Novo Accord tem mais estilo desportivo

A Honda faz chegar, esta semana, o novo Accord ao mercado, um modelo que a marca aponta para o segmento D Premium. O novo Honda Accord estará disponível na versão de 4 portas e Tourer (carrinha) apostando num estilo desportivo, com maior elegância e excelentes capacidades dinâmicas.

Na estética, o modelo foi significativamente alterado tornando-o mais apelativo nomeadamente a Tourer, é mais largo e ligeiramente mais baixo, com estilo desportivo, onde a frente denota linhas mais fluidas.

A evolução da geração anterior do Accord é ainda mais pronunciada no caso do Accord Tourer, onde a parte posterior é agora muito mais consensual permitindo uma maior funcionalidade de transporte de carga e versatilidade.

Esta nova geração chega com três novos e evoluídos motores. A segunda geração do motor i-CTDi faz a sua estreia. O novo motor i-DTEC utiliza a última tecnologia de injecção de combustível multi-fase piezoeléctrica, permitindo que tanto os níveis de potência como os de binário sejam aumentados. A potência aumentou 10cv para os 150 obtidos às 4.000 rpm, enquanto que o binário é, agora, de 350 Nm às 2.000 rpm. O motor i-VTEC 2.0 litros oferece 156 CV às 6.300 rpm, já o motor 2.4 litros está mais potente, com 200 CV às 7.000 rpm e 233 N·m de binário às 4.500 rpm.

Todos os motores contam com transmissão manual de seis velocidades, tendo as duas versões a gasolina opção de uma transmissão automática de cinco velocidades. A nova suspensão dianteira de duplos braços sobrepostos e traseira multi-link com variável amortecedores de relação variável, juntamente com a maior rigidez da carroçaria, fazem o Accord reagir mais facilmente aos comandos do condutor.

A sensação desportiva do habitáculo é reflectida no design do tablier, com frisos prateados ao longo do tablier. Revestido a preto e prata, o volante desportivo de três raios aloja os comandos áudio, do controlo da velocidade de cruzeiro e do telemóvel.

O novo Accord apresenta instrumentos "flutuantes" retro-iluminados e, no centro do velocímetro, existe um ecrã LCD multi-informações que mostra uma variedade de informação – os comandos posicionados no volante permitem que o condutor percorra os diversos ecrãs de informação do mostrador.

Disponível com preços a partir de 33 500 euros o modelo aponta a melhores resultados do que a geração anterior.

Rui Baltazar