Bairristas do Formigueiro com pouca participação dos associados

A fraca participação dos sócios é uma realidade na Associação Recreativa “Os Bairristas do Formigueiro”, de Águas Santas, que no domingo comemorou 70 anos de vida. A par das dificuldades financeiras que estão a pôr em causa o futuro da colectividade. “Se continuar assim…”, admitiu o secretário, José Joaquim Miranda, no final da sessão solene comemorativa.

Até então, a actividade limitava-se aos juvenis do futsal (a competir nos distritais da Associação de Futebol do Porto) e a um espaço de OTL, com cerca de 25 crianças. Mas, este ano, essa actividade deve ficar mesmo reduzida ao OTL, que deverá também debater-se com a saída de algumas crianças. Quanto ao futsal, “vamos fazer uma pausa, porque não temos montante disponível para entrar no campeonato distrital”, adiantou o dirigente.

Marta Costa

(Notícia desenvolvida na edição de sexta-feira de Primeira Mão)