Tecnologia ao serviço das incapacidades em debate na Maia

Começa já na segunda-feira o 7º Congresso Internacional sobre Incapacidades, Realidade Virtual e Tecnologias Associadas, bem como a 3ª Conferência “ArtAbilitation”. O evento, pioneiro em Portugal, terá como palco o Fórum da Maia, onde são esperados até quarta-feira mais de 60 oradores. Mas o número de congressistas deverá chegar à uma centena, tendo em conta que as inscrições estão abertas até ao início dos trabalhos. E somam-se ainda os convidados.

A organização do encontro está a cargo da universidade britânica de Reading, mas tem como parceiros portugueses a Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCE-UP). Este ano, a organização é também partilhada com a Universidade de Haifa (Israel). A ideia de trazer a conferência para Portugal visa promover, no nosso país, a investigação na área, bem como o trabalho multidisciplinar tendo em vista o que o desenvolvimento tecnológico poderá proporcionar às pessoas com incapacidades. Esse trabalho em equipa deverá juntar as áreas da Psicologia, Educação, Engenharia Informática, Ciência dos Computadores e até as Ciências da Saúde.

Marta Costa

(Notícia desenvolvida na edição de Primeira Mão desta semana)