Sindicato dos Enfermeiros promove greve e espera ‘adesão forte’

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses espera uma adesão forte à greve de dois dias que se inicia hoje e já aconselhou os utentes a prefirirem os serviços de urgência aos centros de saúde.

Os enfermeiros apelaram à compreensão dos cidadãos e utentes dos serviços de saúde face aquilo que consideram ser as ‘razões justas para fazer greve’. Nestas razões estão alegadas condições precárias de emprego, falta de profissionais, defesa de uma carreira com uma única categoria e salário pago como licenciados.

Para amanhã está agendada uma assembleia-geral de enfermeiros, na qual serão discutidas possíveis forma de radicalização da sua luta, que pode passar por mais dias de greve.