MaiaFinicia apoia o crescimento de três micro e pequenas empresas

A Câmara Municipal da Maia e o Banco Espírito Santos assinaram, na última semana, com as empresas Fermag, JRL Sociedade e Sentido Actual, os primeiros contratos de financiamento MaiaFinicia, em que são parceiros o IAPMEI, a Norgarante e o Tecmaia.

O MaiaFinicia é um fundo de apoio às micro e pequenas empresas do concelho, tendo em vista a sua modernização com condições vantajosas, sendo 20 por cento do capital emprestado pela câmara municipal, sob a forma de subsídio reembolsável, sem qualquer encargo de juros durante seis anos e com um ano de carência de capital.

Neste primeiro passo, estão envolvidos mais de 115 mil euros, sendo que a Maia participa com 23 mil euros.

A assinatura dos três contratos com micro e pequenas empresas com menos de três anos de vida, “constitui um passo decisivo e fundamental neste projecto”, referiu Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia. E que irá permitir a estas empresas, “o acesso a mecanismos de apoio às suas actividades visando o desenvolvimento do seu negócio e a respectiva modernização, tornando-as mais competitivas”, acrescentou.

O autarca considera que estes mecanismos de financiamento, têm um papel importante no desenvolvimento e fortalecimento da economia local, proporcionando uma “dinâmica positiva” ao tecido empresarial, “sobretudo em tempos difíceis como aqueles que estamos a viver economicamente, nacional e internacionalmente”, salientou.

Bragança Fernandes adiantou ainda que, “estão já em apreciação, pelos parceiros, mais duas candidaturas e outras mais se vão suceder”. E que no próximo ano, “mal se esgotem” o valor inicial do fundo, cerca de 500 mil euros, onde a câmara participa com 100 mil euros, “vamos proceder à inclusão no orçamento para 2009, ao reforço do MaiaFinicia com mais 100 mil euros, perfazendo um total de um milhão de euros para apoio às micro e pequenas empresas do concelho, no qual a participação da câmara será de 200 mil euros”.

Magda Silva, sócia-gerente da Fermag – Contabilidade, Economia e Gestão, uma das empresas a assinar os contratos de financiamento, considera que a iniciativa veio contribuir para a melhoria da qualidade de trabalho e eficiência da empresa. “Mudamos para um espaço maior, com uma maior comodidade para o nosso cliente, maior eficiência e competitividade, porque na Maia existem muitas empresas de contabilidade, e nós temos de marcar a diferença”, referiu Magda Silva, que defende ainda a criação de incentivos como este para os jovens.

Quanto às outras duas empresas apoiadas pelo MaiaFinicia, a JRL Sociedade pertence ao sector dos Transitários e a Sentido Actual ao sector do vestuário. O MaiaFinicia é participado pela câmara da Maia e pelo Banco Espírito Santo que garantiu a estas empresas o acesso a um financiamento com uma taxa de juro mais vantajosa.

Fernanda Alves