Joaquim Jorge entregou cartão do PS

O presidente do Clube dos Pensadores, Joaquim Jorge, desfiliou-se do PS, alegando que "actualmente a vida partidária não é aliciante" e não o seduz.

Em declarações à agência Lusa, o ex-militante de Gueifães diz sair “sem azedume ou queixume”. “Escolhi este momento para me desvincular do Partido Socialista, sendo um período de aparente acalmia partidária depois das eleições nos Açores e eleições internas do PS, para não dar azo a interpretações díspares", afirma Joaquim Jorge, na carta de desfiliação.

Joaquim Jorge era o militante 60 345 do PS e teve como proponente José Sócrates, quando era ministro do Ambiente de António Guterres. Desde há três anos que admite o seu "afastamento progressivo”, considerando que esta saída acontece de forma natural “e com a progressiva interiorização deste acto sem dramatismo”.

Garante que vai continuar no projecto do Clube dos Pensadores, que tem promovido, nos últimos anos, um conjunto de debates com personalidades de todos os sectores da política e da sociedade.