Autarquia entrega cabazes de Natal a famílias carenciadas

Bacalhau, azeite, bombons, queijo, arroz, aletria, massas, açucar, frutos secos, nozes, avelãs e uma gafarra de vinho do Porto. São na sua maioria os produtos que compõem o cabaz de Natal que a Câmara Municipal da Maia entregou às famílias mais carenciadas do concelho. Esta segunda-feira, num acto simbólico, o presidente da edilidade, Bragança Fernandes, entregou alguns cabazes a famílias que não estavam inscritas para receber “esta oferta de Natal”.

E não se inscreverem porque “ou estavam doentes na altura das inscrições, ou porque não se aperceberam deixaram passar o prazo, ou porque entretanto a vida deles piorou e nós como tínhamos alguns excedentes resolvemos tentar ajudar os mais desfavorecidos”, justifica o autarca. Bragança Fernandes acrescenta ainda que, nestas condições, ainda foram entregues “umas centenas de cabazes”. A título de exemplo, recorda um casal que o abordou no domingo. Assim como na segunda-feira recebeu um e-mail de uma senhora divorciada, com três filhas, uma delas na universidade, e que lhe pedia um cabaz para o Natal.

Durante o mês de Dezembro a Câmara da Maia entregou cerca de quatro 500 cabazes, de tipologias um, para agregados familiares de uma a duas pessoas, tipologia dois, para agregados compostos por três a quatro pessoas, tipologia três para agregadores de cinco a sete pessoas e cabazes de tipologia quatri para famílias com mais de sete pessoas. “Com esta iniciativa de carácter social pretendemos que as famílias mais desfavorecidas do concelho possam comemorar a quadra natalícia de uma forma mais digna”.

IFM