Metro reformula transporte alternativo entre a Maia e a Trofa

A partir do dia 5 de Janeiro, segunda-feira, o Metro do Porto introduz um novo operador e um novo modelo de operação nos transportes alternativos da Linha da Trofa, que ligam este concelho à Maia, no troço ainda não executado da Linha Verde.

A Metro do Porto refere que pretende “disponibilizar um serviço de qualidade, com uma oferta mais adequada à procura”. Desta forma, mantêm-se totalmente inalterados os principais componentes: o itinerário de viagem, as localizações das paragens e o tarifário, que continua a ser o Andante monomodal. Os novos transportes alternativos entre a Trofa e a Maia asseguram frequências de 30 minutos, em hora de ponta, e de 60 minutos, fora destes períodos. Os horários vão, no entanto, sofrer alguns ajustes, “procurando corresponder de modo mais próximo e eficaz à procura registada”. A informação detalhada pode ser consultada no site de Metro do Porto.

“Esta medida de racionalização conduz a uma melhoria no serviço prestado e cria condições para o estabelecimento de um futuro interface intermodal, na Trofa, entre o Metro e os transportes rodoviários”, destaca a empresa. Os autocarros passam a ser operados pelas empresas Arriva e Rodoviária Entre Douro e Minho. O serviço de alternativos regista uma média aproximada de 700 clientes por dia.

Para o início deste ano está agendado o lançamento do concurso público internacional para construção da ligação ISMAI – Trofa da Linha Verde (C), em via dupla.