Atingido com tiro no ombro ao impedir assalto em S. Pedro Fins

 

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Porto, identificou e deteve, com a colaboração da GNR da Maia, dois homens depois de terem roubado uma viatura Volkswagen Golf sob a ameaça de arma de fogo. São ainda acusados de dois homicídios na forma tentada. O assalto ocorreu na noite de terça-feira, na garagem de uma vivenda na Rua Central de Arcos, em S. Pedro Fins. Os proprietários da vivenda, um casal tinham acabado de chegar e ainda se encontravam dentro da viatura quando foram abordados por dois indivíduos encapuzados e armados. Obrigaram o casal a entregar o carro e as chaves.

Dada a resistência do proprietário da viatura, os assaltantes dispararam três tiros na sua direcção que, contudo, não o atingiram. Depois de se apoderarem do automóvel, os arguidos encetaram a fuga do local mas foram surpreendidos pelo jardineiro da casa que se encontrava nas imediações a conversar com um vizinho. Na altura em que tentava impedir que os assaltantes saíssem da garagem, foi atingido por um disparo no ombro.

Os dois indivíduos fugiram do local, mas 15 minutos depois acabaram por ser interceptados por uma patrulha da GNR, quando abandonavam a viatura furtada, nas imediações da Cimpor. A vítima atingida pelo disparo foi transportada pelos Bombeiros Voluntários de Moreira da Maia ao Hospital de São João, no Porto, onde esteve internado durante algumas horas. O jardineiro já se encontra em casa a recuperar.

Os dois detidos, um de 28 anos, servente da construção civil, e outro de 38, padeiro, foram presentes a interrogatório judicial, no Tribunal da Comarca da Maia. Interrogatórios que decorreram durante esta quinta-feira.

Um dos indivíduos já cumpriu uma pena de prisão de dois anos. De referir ainda que as autoridades ainda não conseguiram encontrar a arma utilizada no assalto, apesar das buscas nas imediações do local do assalto.

Fernanda Alves