Prisão preventiva para os dois assaltantes detidos em S. Pedro Fins

 

Ficaram em prisão preventiva os dois indivíduos detidos na noite de terça-feira, em S. Pedro Fins. Os dois detidos, um de 28 anos, servente da construção civil, e outro de 38, padeiro, foram detidos 15 minutos depois de se terem colocado em fuga do local onde, sob a ameaça de arma, obrigaram um casal a entregar a viatura que estacionavam na garagem de casa, na Rua Central de Arcos. São ainda acusados de dois homicídios na forma tentada. Numa primeira situação dispararam três tiros contra o proprietário da viatura que tentou resistir ao assalto. Disparos que não provocaram ferimentos na vítima do assalto. Depois, quando tentavam colocar-se em fuga, foram surpreendidos pelo jardineiro dos donos da casa, que tentou impedir a fuga. Mas acabou por ser atingido por um tiro no ombro. Os dois indivíduos fugiram do local, mas 15 minutos depois acabaram por ser interceptados por uma patrulha da GNR da Maia, quando abandonavam a viatura furtada, nas imediações da Cimpor.

Foram presentes a interrogatório judicial, no Tribunal da Comarca da Maia. Interrogatórios que decorreram durante esta quinta e sexta-feira.

Efectuados os exames periciais e após identificação dos indivíduos pela vítima dos disparos, ficou provado o envolvimento dos dois homens em mais um caso violento de “carjacking”. Ficam em prisão preventiva enquanto decorre o processo de inquérito. Entretanto, as autoridades ainda não conseguiram encontrar a arma utilizada no assalto, apesar das buscas nas imediações do local do assalto.

FA