Maia tem mais um Espaço Emprego

A Multipessoal escolheu o Norte o país para abrir duas novas lojas Espaço Emprego, na Maia e em Vila Nova de Gaia. A Multipessoal é uma empresa que presta serviços na área do emprego através do recrutamento, formação, cedência de recursos humanos e outsourcing.

Nasceu em 1993 da necessidade do Banco Espírito Santo fazer face às suas necessidades de especialização do “Core Business”. Numa fase inicial, a Multipessoal trabalhava apenas com as empresas clientes do banco, e só em 2005 avançou com a sua expansão para todo o mercado nacional. E, desde então, tem vindo a crescer progressivamente.

Actualmente, a empresa dispõe de seis espaços de emprego. Em Lisboa (Restauradores e Gare do Oriente); em Alverca (EN 10); no Porto(Rua Álvares Cabral); e mais recentemente, na Maia (Rua do Viso) e em Vila Nova de Gaia (Avenida da República). Estar mais próximo das empresas e das pessoas que procuram emprego, foram as principais razões desta aposta, para além do facto de ambos os municípios possuírem uma zona industrial com grandes potencialidades, de acordo com Cláudia Saraiva, responsável pela loja da Maia. “O facto de termos uma loja aberta ao público, visível, com o nome Espaço Emprego faz com que os candidatos, espontaneamente, se dirijam à nossa loja. Se estamos a trabalhar no mercado da Maia, é mais fácil os candidatos da Maia virem ter connosco”, argumenta. As empresas também passam a ter mais um espaço onde podem encontrar soluções para as suas necessidades em matéria de recursos humanos.

O Espaço Emprego da Maia abrange ainda os concelhos da Trofa, Famalicão e Braga.

Ser maiato ou estar a residir na Maia não é um requisito obrigatório para procurar a loja. Todos os dias o Espaço Emprego é procurado por candidatos de várias proveniências, como Porto, Gondomar, Matosinhos, Trofa. Uma vez que todas as lojas estão em rede, a informação dos candidatos fica disponível numa base de dados comum.

O Espaço Emprego da Maia abriu portas em Novembro do ano passado. E de acordo com Cláudia Saraiva, os primeiros meses de actividade têm sido muito positivos. A loja de emprego tem suscitado a curiosidade de muitas pessoas que procuram uma alternativa à sua situação de desemprego. “Tivemos muitas candidaturas. No mês de Dezembro, que costuma ser um mês mais ingrato, por causa do Natal e Ano Novo, chegamos a ter uma média de 18 a 20 inscrições por dia. E já colocamos várias pessoas a trabalhar, o que é muitíssimo bom”, adianta.

As lojas Espaço Emprego fazem recrutamento para quase todas as áreas de actividade, à excepção de algumas áreas, como é o caso da educação e da construção civil. Administrativos, técnicos de informática, empregados de armazém, controladores financeiros e técnicos de marketing são algumas das ofertas de emprego disponíveis e mais procuradas.

Mais lojas para 2009

Para 2009 as expectativas da Multipessoal são as melhores. A empresa pretende investir na abertura de novas lojas no país, e continuar a desenvolver o processo de crescimento no mercado em Portugal, de forma a atingir um papel cada vez mais importante na cedência de recursos humanos e no “outsourcing”. Contrariando a crise que afecta o país, a empresa tem conseguido crescer de forma “sustentável”. “Temos preços bastante competitivos, temos a qualidade de serviços que é um factor bastante importante. Os resultados de 2008 ainda não saíram, mas neste momento acreditamos que vamos conseguir estar acima da crise”, sublinha Cláudia Saraiva.

“Acaba também por ser uma forma de as pessoas recorrerem mais ao trabalho temporário e acreditarem que o trabalho temporário poderá ser uma opção para soluções de estratégia de empresa”, acrescenta.

A maioria das pessoas que se dirigem às lojas da Multipessoal procuram trabalho temporário. Cláudia Saraiva esclarece que quando se fala em trabalho temporário, “não quer dizer que seja só por dois, três dias ou uma semana”. “Temos situações de baixas médicas, de férias, situações em que as empresas querem um bom colaborador para os seus quadros, mas que optam por começar com as pessoas em trabalho temporário, por quatro, cinco, seis meses para saber se a pessoa se adapta de forma a passá-la aos quadros”, explica. É uma opção a que cada vez mais empresas recorrem, de acordo com aquela responsável.

Os candidatos recrutados pela Multipessoal têm a garantia de que passam a ter um contrato de trabalho e a fazer descontos para a Segurança Social. “ Não trabalhamos com recibos verdes. Cumprimos todas as obrigatoriedades com o trabalhador”, garante a responsável pela loja Espaço Emprego da Maia.

Related Posts with Thumbnails

Comentários fechados



Comments

  1. Bom dia como faço para obter informações, para me candidatar a um emprego.
    Obrigada pela atenção.

     —