Maia disponível para apoiar desempregados

No dia 4 de Fevereiro, abriu o concurso para a criação das unidades de apoio a desempregados, designadas de Gabinetes de Inserção Profissional (GIP’s). Ao todo, serão 400, sendo 173 no Norte e 118 em Lisboa.

Esta é apenas uma das medidas integradas na “Iniciativa Emprego 2009”, que envolve o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, o Instituto de Emprego e Formação Profissional e a Segurança Social.

Os gabinetes poderão funcionar em associações sindicais e empresariais, entidades sem fins lucrativos ou em autarquias. Na Câmara Municipal da Maia, e até ao último dia de Março, não havia conhecimento de qualquer intenção do Governo em criar um desses gabinetes no concelho. Mas o presidente, Bragança Fernandes, está disponível para acolher um desses espaços, apesar de sublinhar que o desemprego no concelho não assume ainda dimensões preocupantes.

Ouça as declarações de Bragança Fernandes:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Ainda assim, o autarca confessou a Primeira Mão que tem recebido diversos pedidos de emprego, sobretudo de recém-formados, a que tenta dar resposta com estágios ou recurso a empresas da Maia.

Ouça as declarações de Bragança Fernandes:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Marta Costa