CDS-PP anuncia candidato a Pedrouços

Não foi a apresentação oficial do candidato, mas sim um anúncio informal. Foram as palavras de David Tavares, presidente da Comissão Política Concelhia do CDS-PP Maia, na sede maiata do partido, na passada quarta-feira. Mas já é certo: José António Martins é o candidato do CDS-PP à Junta de Freguesia de Pedrouços. A candidatura tem como lema "Tudo por Pedrouços" e contou também com a presença do candidato do partido à Câmara Municipal da Maia, Álvaro Braga Júnior.

A palavra-chave do discurso de José António Martins foi a "desertificação". O candidato quer combater "a desertificação de ideias, de eventos, de infra-estruturas na freguesia, a falta de comunicação entre os pedroucenses". José António Martins reconheceu que o papel de Presidente de Junta é "limitado", mas não é por isso que vai deixar de "intervir, reclamar e reivindicar". O candidato do CDS-PP quer "ser a voz de uma população que acredita". Outra das palavras-chave do discurso foi "dedicação". José António Martins confessou estar "disponível para escutar aqueles que mais precisam". Prometeu também "dedicação à causa pública" e reclamou o regresso de uma repartição de finanças à freguesia de Pedrouços e a instalação, em permanência, de um posto da Polícia de Segurança Pública. "Há muito mais de cinco anos que Pedrouços merece ter um posto da PSP", disse.

Veja o vídeo:

 

José António Martins acusa "alguns políticos do concelho" de governarem "de forma autista", já que "obrigam os residentes de Pedrouços a penosas deslocações para resolver os seus problemas junto da administração fiscal, com elevados custos de tempo e financeiros". O candidato do CDS-PP foi mais longe: "Neste momento, compensa mais aos pedroucenses tratar de qualquer assunto fiscal numa freguesia do concelho vizinho. A repartição de finanças mais perto é a de Ermesinde, concelho de Valongo".

Prioridades estabelecidas, José António Martins disse que "esta candidatura surge pela necessidade de alterar o caminho que Pedrouços leva. Para mim, a freguesia está estagnada, parada no tempo e cada vez mais desertificada. É necessário um rumo novo". Durante os discursos iniciais, Álvaro Braga Júnior, candidato do CDS-PP à Câmara da Maia, disse que "as eleições europeias são um bom ponto de partida" para a previsão de resultados nas autárquicas, valores que, nas eleições de Junho, ficaram "aquém do esperado". José António Martins desvalorizou a comparação e é da opinião que "não existe qualquer comparação entre os dois actos eleitorais". O candidato foi firme nas declarações: "Vamos ganhar a Junta de Pedrouços".