Jardins-de-infância da rede pública já abriram

Desde terça-feira que já está a funcionar a Componente de Apoio à Família (CAF) para as crianças dos jardins-de-infância (JI) da rede pública do concelho da Maia.

Apesar da abertura do ano lectivo estar apenas prevista para o dia 11, os estabelecimentos de ensino já começaram a receber as crianças, no horário normal de funcionamento, entre as 9h00 e as 15h15 ou 15h30. Mas também com a possibilidade de acolhimento das crianças a partir das 7h30 e prolongamento do horário até às 19h00.

A antecipação da CAF para o início do mês é justificada pelo vereador do pelouro da Educação da Câmara Municipal da Maia com a necessidade de dar resposta às famílias, de regresso aos seus empregos depois de gozarem os períodos de férias.  Nogueira dos Santos está optimista, tendo em conta a experiência do ano lectivo anterior:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

À margem da inauguração da Feira do Desporto, no sábado à tarde, o autarca sublinhou que esta Componente de Apoio à Família “permite criar uma flexibilização dos horários”, bem como abrir mais cedo de manhã para os pais deixarem as crianças antes de irem para os seus empregos.

Na Maia, a CAF abrange 35 jardins-de-infância, sendo que a maioria está agregada a escolas do primeiro ciclo. Este número de equipamentos da rede pública disponibiliza 60 salas, permitindo dar resposta a 1377 alunos. Estes são os números disponíveis, de momento, na Divisão de Educação da Câmara da Maia, e que não diferem muito dos dados referentes ao anterior ano lectivo. De referir ainda que, das 1377 crianças inscritas para o pré-escolar, 1128 usufruem da refeição (almoço) e 608 estão inscritas para o prolongamento de horário.

Só a título de exemplo, para assegurar o funcionamento desta CAF, a autarquia maiata contratou no último ano lectivo 32 animadoras sócio-culturais e 29 auxiliares de acção educativa.

Marta Costa

(Notícia a desenvolver na edição de sexta-feira de Primeira Mão)