CD Nortecoope acaba com equipa feminina

O Centro Desportivo Nortecoope extinguiu a equipa de seniores femininos que militava no Campeonato Nacional. Depois da extinção da equipa masculina, o clube deixa de assim competir nos escalões seniores, ficando essa responsabilidade entregue à Fundação Nortecoope, que joga na mesma divisão, sendo a actual tetra-campeã nacional feminina.

O presidente do clube, Joaquim Faria, justificou esta decisão com motivos económicos: “Há questões de ordem fiscal que nós temos que defender, por isso entendeu-se que esta era a estratégia mais conveniente. Em termos desportivos não prejudica nada e em termos económicos resulta melhor. Assim, a CD Nortecoope fica com grande parte da formação, quer masculina, quer feminina, e a representação a nível nacional fica com a Fundação”.

Para além do abandono do CD Nortecoope, este ano abandonaram também o clube, e o hóquei em patins, três jogadoras da Fundação: Sandra Fernandes, Raquel Pinto e Paula Castro.

Joaquim Faria lamenta as saídas das jogadoras “que estavam ainda a jogar a grande nível”, e deixa elogios às atletas: “Apesar de terem terminado a carreira, continuam a ser as melhores jogadoras nacionais que passaram pelo hóquei em patins”.

Para colmatar estas saídas, a equipa feminina da Fundação, que continua a ter Custódio Silva como técnico, integrou no plantel Gisela Honório, Marina Bessa, Marta Castro, Teresa Leite e Vânia Azevedo, que jogavam anteriormente na extinta equipa do Centro Desportivo Nortecoope. No que diz respeito ao plantel masculino, que milita na 2ª Divisão do Campeonato Nacional, não alterações e mantém também Domingos Oliveira no comando técnico.

O presidente do clube também já definiu os objectivos para ambos os escalões na nova época de 2009/2010, e se no feminino a ambição continua em alta, no masculino as metas são mais modestas: “No feminino é fazer os mesmo que temos feito, onde não é possível fazer melhor porque temos ganho tudo. O objectivo é continuar na mesma senda. No masculino o objectivo é permanecer na 2ª Divisão porque a conjuntura económica não aconselha que se tenha grandes sonhos”.

A Fundação Nortecoope começa a trabalhar na próxima semana para preparar as entradas no campeonato. A equipa masculina entra em campo para o primeiro jogo do campeonato fora, às 18h30 de 3 de Outubro, frente ao Académico da Feira. Já a equipa feminina começa o campeonato em casa, a 14 de Novembro, às 18h00, frente ao Arazede.

André Cordeiro