BE viu “trabalho meritório” da Causa da Criança

A Causa da Criança, em Vila Nova da Telha, foi uma das paragens da candidatura do Bloco de Esquerda (BE) à Maia, na segunda semana de campanha. O cabeça-de-lista à câmara, Silvestre Pereira, fez-se acompanhar de diversos candidatos a assembleias de freguesia na visita à Associação de Protecção à Infância e Juventude.

Com capacidade para 22 crianças dos zero aos 12 anos e, actualmente, com 17, o BE entende que A Causa da Criança é “uma instituição que merece todo o carinho pelo trabalho que vem desenvolvendo”. Depois de se aperceber do funcionamento da instituição, Silvestre Pereira conclui tratar-se de um “trabalho meritório” e que, por isso, no entender do BE, deveria ser mais apoiada pelas entidades, de forma “efectiva e constante”:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Por exemplo, pela Câmara da Maia que, apesar de ter cedido o terreno e apoiado a construção do edifício, “deixou de dar mais apoio, do ponto de vista social”, lamenta o bloquista, considerando que este projecto “é prioritário”. Até porque “são cada vez mais os excluídos e isso leva, muitas vezes, ao abandono das crianças, aos maus tratos”.

Também ontem, os candidatos do BE passaram pelas freguesias de Barca e Gondim, onde encontraram “um conjunto muito grande de famílias em habitações completamente degradadas” e “sem condições nenhumas de salubridade e habitabilidade”. Em alguns casos, à espera de habitação social desde 1997, denuncia Silvestre Pereira.

Marta Costa