Hugo Reis estreia-se com goleada

A jogar em casa, o Maia Lidador goleou o Águas Santas no passado domingo, em derby maiato contra os vizinhos do Águas Santas. Cinco bolas a zero foi o resultado final, favorável aos homens do cavaleiro, jogo que fica marcado pelo regresso de Hugo Reis ao Maia.

Hugo Reis já conhece os cantos da casa. Já foi atleta do clube, treinador-adjunto, treinador principal dos juvenis "e foi com muito agrado" que o actual timoneiro do Maia Lidador recebeu o convite para regressar a um clube que já conhece bem, embora admita não ter visto nenhum jogo da equipa durante a época de 2009/2010.

Neste momento, o Maia Lidador ocupa a terceira posição da tabela, com 35 pontos, os mesmos que o Foz, e ambos os clubes estão a três pontos do Labruge, líder da 2ª divisão série 1 da Associação de Futebol do Porto. O objectivo já está definido: a subida à 1ª divisão. "Foi o que a direcção me propôs", confessa Hugo Reis. De resto, a subida foi a condição essencial para o actual treinador do Maia Lidador aceitar o desafio.

Apesar de não ter acompanhado o percurso do Maia Lidador nesta época, adianta conhecer "grande parte dos jogadores". E no entender do técnico, a vitória por cinco golos sem resposta frente ao Águas Santas não é o melhor que os jogadores do Maia Lidador sabem fazer "mais e melhor do que aquilo que fizeram no último jogo, independentemente do resultado". No entanto, o balanço do técnico é positivo. "Fiquei satisfeito pelo resultado, pela força de vontade deles, mas sei que podem jogar mais e melhor do que aquilo que jogaram ontem [domingo passado]".

Na prática, pode ter sido o primeiro jogo com Hugo Reis no papel de treinador principal do Maia Lidador, mas no papel as coisas são diferentes. Tão diferentes que Hugo Reis orientou o jogo a partir dos lugares superiores da bancada este do Estádio Municipal Dr. Vieira de Carvalho. A posição pouco habitual do treinador no campo, habitual em castigos a treinadores e outras sanções, prendeu-se com a não inscrição de Hugo Reis como treinador do Maia Lidador no prazo ideal. No entanto, desde segunda-feira que a situação está regularizada e o próximo jogo do Maia Lidador já vai ter Hugo Reis sentado no banco.

E o próximo jogo "vai ser bastante difícil", diz Hugo Reis, graças ao "campo de dimensões reduzidas" do Sporting da Cruz, adversário dos maiatos no próximo domingo. No entanto, perder pontos é um cenário que Hugo Reis afasta energicamente. Apesar das dificuldades, "temos que ir lá buscar os três pontos, porque é aquilo que eu quero e é aquilo que os jogadores também querem. Ganhar todos os jogos, quer em casa quer fora".