GAR da Maia muda-se para o centro

O Gabinete de Apoio ao Residente (GAR) da Junta de Freguesia da Maia está prestes a mudar-se. Vai sair do rés-do-chão de uma moradia na Rua do Souto, onde foi inaugurado a 23 de Abril do ano passado, para um espaço na Rua Padre António, mesmo no centro da Maia. A alteração foi esta semana revelada a PRIMEIRA MÃO pelo presidente da junta, Carlos Teixeira.

O espaço onde tem funcionado já se revelou exíguo e sem condições para dar resposta ao “aumento constante de utentes e de serviços”. Por isso, a Câmara Municipal da Maia prepara-se para ceder à junta, em regime de comodato, um espaço adquirido na Rua Padre António, junto à estação Fórum Maia, do Metro do Porto:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Para a transferência dos gabinetes, será ainda necessário fazer obras no local, admitindo o autarca da freguesia que a mudança possa ser “muito breve”, no máximo, no espaço de quatro meses.

No GAR da Junta da Maia existe um gabinete de Psicologia, um outro da Direcção-Geral de Reinserção Social e um armazém para os alimentos que chegam através do Banco Alimentar. Os géneros alimentícios são também armazenados em Santa Maria de Avioso, num espaço também cedido em regime de comodato pela Câmara da Maia. Deste apoio, têm beneficiado cerca de 200 famílias. É também neste Gabinete de Apoio ao Residente, ainda na Rua do Souto, que funciona o Gabinete de Atendimento Integrado Local (GAIL), no âmbito da Comissão Social Inter-Freguesias Maia / Vermoim.

Com a mudança para as novas instalações do centro da cidade, Carlos Teixeira pretende ainda criar no âmbito do GAR um gabinete de Apoio Jurídico para os residentes na freguesia e ainda uma sala para acções de formação.

Neste mesmo espaço cedido pela câmara municipal será também criada uma dependência da Junta de Freguesia da Maia, sedeada na Rua da Igreja, de forma a “servir em melhores condições os moradores na parte nascente da freguesia”, adianta o presidente:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Aqui poderá, por exemplo, passar a ser feita a apresentação quinzenal dos beneficiários do subsídio de desemprego, no âmbito do protocolo celebrado entre a junta e o Centro de Emprego. A criação desta dependência poderá implicar a criação de postos de trabalho, admitindo Carlos Teixeira que a Câmara da Maia pode ser “um parceiro privilegiado”, por ser responsável pelo GAIL.

Marta Costa