Junta de Milheirós promoveu Feira da Saúde (vídeo)

A Junta de Freguesia de Milheirós recebeu, na passada quarta-feira, uma forma especial de assinalar o Dia Mundial da Saúde. A freguesia promoveu uma feira da saúde, em que foi possível realizar rastreios, tirar dúvidas à população e ajudar a prevenir doenças. As portas da junta milheiroense estiveram abertas toda a tarde e por lá foram muitas as pessoas que acabaram por “tratar da saúde” ou, pelo menos, para ver se a precisam de tratar ou não.

À disposição dos fregueses de Milheirós estiveram rastreios cardiovasculares, consultas à visão e audição, podologia, despiste da diabetes, consultas de risco pulmonar, eco doppler fetal, osteopatia e aconselhamento nutricional. Além de servir para assinalar o Dia Mundial da Saúde, esta foi também a solução encontrada para que a população de Milheirós tenha este leque de rastreios “à porta de casa”, já que se trata de uma freguesia “um pouco rural”, entende o tesoureiro da Junta de Freguesia de Milheirós, António Teixeira. Fruto dessa ruralidade, “os transportes são poucos e maus”, acrescenta o elemento da autarquia local. E António Teixeira acabou por usufruir também dos rastreios que considera muito importantes, já que “pensava que a minha tensão estava boa e afinal estava muito alta!”.

A meio da tarde, eram já mais de 200 as pessoas que tinham passado pela Feira da Saúde em Milheirós. Manuel Salgado era uma delas. De idade avançada e já com uma doença que o faz andar “sempre preocupado” com a saúde. Mas a medição da tensão arterial acabou por trazer uma boa notícia. “Como é que está, está mau?”, perguntou António Salgado à enfermeira. “Está óptima, 130/80, respondeu a profissional de saúde. “A tensão está operacional!”, exclamou o idoso, “mas agora faltam os outros testes, vamos lá ver como é que isto está”, desabafou.

Pedro Póvoas