“Perturbações do Desenvolvimento” na Casa do Povo de Vermoim

A Casa do Povo de Vermoim recebe, esta sexta-feira, uma acção de formação dedicada às “Perturbações do Desenvolvimento”, desde a infância até à adolescência. A iniciativa, organizada pelas psicólogas Maria José Mandim e Marta Silva, vai decorrer ao longo de todo o dia, contando com a participação de vários oradores. A sessão de abertura está marcada para as 09h30 e decorrerá até às 17h30.

Tem como objectivo “passar a informação das diversas perturbações do desenvolvimento que podem surgir ao longo da infância e da adolescência”, refere a psicóloga Maria José Mandim. Desde o autismo, síndrome de Asperger, hiperactividade, depressão e ansiedade, e dificuldades de aprendizagem. A ideia é explicar aos participantes em que consistem cada uma das perturbações, quais os sinais e sintomas que podem ser um indício de uma determinada perturbação.

Deficiência de Iodo na gravidez – “o que isso poderá provocar futuramente no desenvolvimento da criança, os riscos ao longo da gravidez, como o alcoolismo, as drogas”, explica Maria José Mandim; Perturbação da Hiperactividade com défice de atenção; Intervenção Comportamental e Terapêutica Farmacológica – “que medicação poderá ser necessária, tendo sempre em conta as várias perturbações que podem surgir, as terapias alternativas e como funcionam, e o tipo de intervenção que pudemos fazer em cada perturbação” – serão alguns dos temas a abordar nesta acção de formação.

Essencialmente, a acção de formação pretende dar a conhecer, aos estudantes, pais, professores, técnicos e profissionais de saúde, o que é cada uma das perturbações, de forma a estarem mais “atentos” a “sinais” ou “sintomas” que possam surgir no desenvolvimento da criança. E para que também os profissionais da área possam intervir o mais cedo possível.

Para além das duas organizadoras do evento, terá como oradores, Maria José Costeira, Neonatologista; Feliciano Guimarães, Pedopsiquiatra; Elisabeth Vieira, Psicóloga Educacional; Teresa Condeço, Psicóloga Educacional e Terapeuta Floral; Maria Raúl Lobo Xavier, Psicóloga; e Joaquim Lessa, presidente da direcção da Casa do Povo de Vermoim.

Pais, professores, técnicos e profissionais de saúde podem participar nesta acção de formação. A inscrição poderá ser feita no próprio dia, esta sexta-feira, com um custo de 45 euros (individual) e de 40 euros (estudantes e grupos de 10 elementos).

O “bichinho” de ajudar

A escolha do tema “Perturbações do Desenvolvimento” para esta acção de formação não surgiu por acaso. A PRIMEIRA MÃO, Maria José Mandim conta que desde muito jovem esteve envolvida nas actividades de associações ligadas ao trabalho com crianças deficientes. Foi o “bichinho” de ajudar os outros que a levou a escolher a área de psicologia como vocação profissional. “Sinto-me bastante realizada”, garante.

Fernanda Alves