Recolha de sangue dos Escoteiros de Vila Nova da Telha com balanço positivo

Foram cerca de seis dezenas de pessoas que participaram na primeira recolha de sangue promovida pelo grupo 235 dos Escoteiros de Portugal, Vila Nova da Telha, e que contou com o apoio do Instituto Português de Sangue.
“O balanço é francamente positivo, pois conseguimos mobilizar 60 dadores, resultando na recolha de 30 unidades”, refere José Araújo, escoteiro chefe de grupo.

A recolha decorreu no passado domingo, no parque de estacionamento do supermercado Intermarché, onde esteve instalada uma unidade móvel do Instituto Português de Sangue.
O processo de inscrições culminou no registo de 60 pessoas com vontade de darem sangue, “o que para uma primeira iniciativa é muito bom”, refere o escoteiro chefe de grupo. A grande afluência do público que se manifestou disponível para dar sangue implicou que houvesse um prolongado tempo de espera, um aspecto que os organizadores pretendem “corrigir” na próxima acção de recolha que está agendada para Novembro.

Todos os voluntários foram sujeitos a uma triagem médica, o que permitiu a recolha de 30 unidades de sangue. José Araújo sublinha ainda “o ar de felicidade espelhado no rosto de muitos dadores”, no final da recolha. O grupo de escoteiros de Vila Nova da Telha, agradece a todos os dadores que aderiram à iniciativa. E espera contar com a ajuda de todos os vilanovenses e restantes maiatos na próxima acção de recolha de sangue. E aproveita para deixar um agradecimento especial ao Intermarché “pela disponibilidade demonstrada e por proporcionarem as condições necessárias para realização desta recolha”. De referir que esta primeira dádiva de sangue foi uma ideia dos Exploradores e Caminheiros do Grupo 235 dos Escoteiros de Portugal, Vila Nova da Telha.

FA