Escoteiros de Leça da Palmeira limparam as margens do Rio Leça

Os Escoteiros de Leça da Palmeira voltaram a aderir à iniciativa “Corrente Rio Leça”, em parceria com a Câmara Municipal da Maia. Dando provas da sua consciência ecológica, várias dezenas de jovens escoteiros procederam à limpeza das margens do Rio Leça, uma tarefa que encararam de forma determinada e que constitui um contributo para a melhoria das condições de vida da comunidade.

Cerca de 40 elementos empenharam-se recentemente nas tarefas que lhe foram atribuídas, desta feita relativas à gestão da biodiversidade envolvente ao Rio Leça. Logo pela manhã, “procederam à remoção do solo de várias espécies infestantes, tal como acácias, dando espaço aos salgueiros recentemente plantados, tendo em vista o seu normal crescimento”, explica André Bento, membro do grupo de escoteiros de Leça da Palmeira. Uma tarefa “árdua”, mas que segundo aquele responsável, foi executada com grande entusiasmo, uma vez que “está em causa o reviver daquele curso de água e a revitalização das suas margens”. Um objectivo que para André Bento “só será alcançado através da participação da sociedade, de uma maneira geral, de empresas e de poderes autárquicos, entre outros”. “O rio e a suas margens têm de voltar a encontrar o equilíbrio de outrora, antes da poluição industrial e do desordenamento do território”, acrescenta.

E por isso, o grupo de escoteiros de Leça da Palmeira manifesta-se disponível para continuar a ajudar em todas as acções que tenham como objectivo a revitalização do Leça.

FA