PJ detém assaltantes na Maia

A Polícia Judiciária, através da Directoria do Norte, identificou e deteve dois homens por presumível autoria de crimes de roubo à mão armada ocorridos nos dias 8 e 13 deste mês, na zona da Maia.

Em comunicado, a PJ refere que no primeiro caso, os agora arguidos “ter-se-ão deslocado a uma farmácia, nela entrando um deles – enquanto o outro aguardava em veículo parado nas imediações – que, ocultando o rosto com um gorro e exibindo uma arma de pressão de ar, em tudo idêntica a verdadeira arma de fogo, exigiu à respectiva proprietária, e conseguindo, que lhe fosse entregue todo o dinheiro existente na caixa”.

No segundo caso, um deles ter-se-á dirigido a um posto de abastecimento de combustíveis onde, utilizando o próprio veículo em que se fazia transportar, “arrombou a porta de uma cabina em que se encontrava uma funcionária, sendo que, empunhando a mesma arma de pressão de ar, deparou-se com a existência de uma segunda porta de segurança”. Não conseguindo ultrapassar esta barreira, acabou por abandonar o local sem concretizar o assalto.

No decurso das investigações foi apreendido o veículo e a arma de pressão de ar. Os detidos têm 28 e 29 anos de idade, ambos estão desempregados e vão ser presentes a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coacção tidas por adequadas.