Lipor continua no caminho da sustentabilidade

Já está disponível para consulta on-line os relatórios de sustentabilidade e de contas da Lipor para o ano de 2009. No documento, a empresa assume o papel preponderante da organização na promoção da sustentabilidade, através de uma gestão sustentável de resíduos.
Começamos pelos números. Era intenção da Lipor continuar a obter resultados líquidos positivos, meta que foi cumprida na totalidade. O mesmo não se pode dizer do prazo médio de pagamento. O objectivo era alcançar a média de 75 dias. Não foi cumprida: o prazo é de 147 dias. Também ficou por cumprir o prazo médio de recebimento. Ficou nos 85 dias, contra os 65 do objectivo traçado para 2009. Para 2010, a empresa espera continuar a obter resultados positivos e tentar, este ano, alcançar as metas dos prazos médios de pagamento e recebimento.

Em relação aos objectivos ambientais, foi alcançado o objectivo de continuar a reduzir o volume total de água captado face ao estabelecido nas licenças das captações da Lipor, atingindo os 25 por cento de redução. Já a redução de consumo de gás natural por colaborador em 0,2 por cento, em relação a 2008, não foi cumprida. Já a intenção de obter 3 por cento de composto biológico a partir do composto orgânico foi cumprida na totalidade. Para 2010, é intenção da Lipor atingir os 22 por cento de produtividade na central de valorização orgânica, determinar a eficiência energética da central de valorização e enviar para aterro sanitário 10 por cento dos resíduos produzidos na área da Lipor.

Como objectivos sociais, a empresa reduziu em 3 por cento o número de acidentes por incumprimento de regras. Em relação à integração na empresa dois colaboradores oriundos de projectos de inserção social, o objectivo ficou apenas cumprido pela metade. O mesmo não aconteceu com o tempo de formação ministrado a cada colaborador da empresa no âmbito da responsabilidade social: a meta foi cumprida na totalidade. Nos objectivos para 2010 está a eliminação de riscos de nível I, a garantia de que 60 por cento dos colaboradores conhecem o Código de Ética da empresa e a edição e divulgação, de dois em dois meses, o boletim “Barómetro Social”.

Resultados financeiros

A actividade desenvolvida pela LIPOR, no decorrer do ano de 2009, traduziu-se numa evolução “bastante positiva” do Resultado Líquido, ascendendo a 1.236.747,21€, o que representa um crescimento de 180% face ao ano anterior. No volume de negócios, actividade desenvolvida pelas diferentes estruturas produtivas da LIPOR deu origem a um balanço de 36.201.254,77€, o que representa um acréscimo de 4 por cento em relação a 2008. De acordo com a Lipor, “o aumento é explicado, essencialmente, pelo crescimento de 6% registado nas vendas de produtos e traduz o esforço, realizado ao longo dos últimos anos, no sentido de reduzir cada vez mais a dependência face à tarifa cobrada aos Municípios associados pelo tratamento de deposição de resíduos, procurando novas fontes de receita, nomeadamente pela potenciação de vendas de novos produtos”.

Pedro Póvoas