Leroy Merlin da Maia de portas abertas

Já abriu a Leroy Merlin da Zona Industrial da Maia. É a oitava loja do grupo em solo nacional. A da Maia está a dar emprego a 130 pessoas, muitas das quais estavam no desemprego. Ao todo, são 7500 metros quadrados dedicados à bricolage, construção, decoração e jardim na nova loja do grupo francês.

A Maia ganhou uma nova loja, mas não só. É também uma oportunidade para jovens desempregados encontrarem uma rampa de lançamento para a actividade profissional, considera o gerente do estabelecimento comercial, Nuno Raposo. Diz o responsável que “é óptimo poder ajudar estes jovens a encontrar o seu rumo profissional numa altura em que o país enfrenta sérias dificuldades”. Jovens que deram “o seu melhor” para que o arranque da nova loja da Maia fosse “fantástico”, nas palavras de Nuno Raposo.

A abertura ao público aconteceu no dia 2 de Setembro. E superou todas as expectativas traçadas pela Leroy Merlin. A loja da Maia “alcançou um recorde histórico no que diz respeito ao fluxo de clientes”, revela Nuno Raposo. “É um bom começo e estes dias são sempre importantes nestes novos projectos”, acrescenta o responsável. O público marcou presença em massa na nova loja maiata, e “deu um feedback muito bom”, revela também Nuno Raposo, ainda a recuperar da azáfama do dia de inauguração que, confessa, “foi muito cansativo”.

O que distingue a Leroy Merlin das outras é a oferta e a área comercial. Em ambos os casos, considera Nuno Raposo que a da nova loja da Maia é superior. “Temos cerca de 40 mil referências ao dispor dos clientes e uma área de venda superior”, salienta.

Esta loja representa um investimento de 20 milhões de euros e insere-se no plano de expansão e crescimento do grupo francês. Até 2013, a Leroy Merlin vai investir em Portugal cerca de 150 milhões de euros com a abertura de uma nova loja por ano. Com a inauguração desta nova loja na Maia, a Leroy Merlin passa a contar com oito lojas em Portugal e junta-se às de Albufeira, Alfragide, Amadora, Almada, Gondomar, Sintra, Maia e Matosinhos.