VIVACI Maia já tem um ano

Foi com bolo e champanhe que o centro comercial VIVACI Maia celebrou o seu primeiro aniversário. A data foi comemorada na praça da restauração, na passada quinta-feira. Clientes, lojistas e funcionários foram convidados a juntar-se à festa e a cantar os parabéns. Em hora de almoço, o bolo veio mesmo a calhar para muitas das pessoas que se encontravam na área de restauração. “É uma forma de presentearmos as pessoas que nos visitaram este ano. E esperamos que sejam nossas clientes durante muitos anos”, referiu o director José Soeiro.

O VIVACI está situado na freguesia de Moreira, em plena Zona Industrial da Maia. O director, José Soeiro, faz um balanço positivo do primeiro ano de vida desta superfície comercial. “Atingimos um sucesso que ultrapassou as expectativas que tínhamos. Tudo graças ao elevado número de clientes que nos visitaram este ano. É o esforço de todos os lojistas, de todos os funcionários, para prestar um melhor serviço aos nossos clientes”, sublinhou o director, José Soeiro. Em tempo de crise, o objectivo tem sido “trabalhar mais e melhor” para captar cada vez mais clientes.

Para além da Maia, uma grande parte das pessoas que visitam, quase diariamente, o VIVACI Maia são provenientes dos concelhos de Vila do Conde, Póvoa de Varzim e Vila Nova de Gaia.
Para atrair ainda mais público, têm sido dinamizadas várias iniciativas. Foi o caso do Vivaci Summer Sound, que todas as sextas e sábados proporcionou aos visitantes vários espectáculos musicais, desde o fado ao rock alternativo, passando pelo jazz e pela bossa nova. “Foi um sucesso. Foi uma experiência muito positiva e estamos já a pensar repetir no próximo ano”, adianta José Soeiro. A oferta de vales de cinco euros em compras. E ainda iniciativas que tinham como objectivo promover o património cultural da Maia, como foi o caso do “Bem Vindo aos Bons Velhos Tempos” que trouxe ao centro comercial o folclore da terra, a recriação da desfolhada e uma exposição de artistas maiatos.

No âmbito do 1º aniversário, o centro comercial está a promover o “Festival de Cinema Infantil”, uma iniciativa que abre as portas gratuitamente às famílias que, aos fins-de-semana, queiram ir ao cinema. E mais uma vez, está a registar grande adesão por parte do público. “As sessões têm esgotado muito rapidamente”, diz o director. No passado domingo, decorreu ainda um workshop de bijutaria com materiais reciclados.
O Natal também já está a ser preparado, e dentro em breve poderão surgir novidades.