Maia vai ter núcleo do Pais em Rede

Cerca de meia centena de pessoas estiveram presentes no I Encontro Concelhio Pais em Rede, que decorreu recentemente, no auditório da Escola EB 2,3 de Gueifães. Foi organizado em regime de voluntariado pela FAPEMAIA – Federação das Associações de Pais e Encarregados de Educação da Maia, em parceria com o núcleo do Porto do Pais em Rede, movimento cívico nacional de famílias com pessoas com deficiência.
Tinha como objectivo a divulgação do movimento, que envolve não só as famílias, como também técnicos e amigos.

O movimento tem como objectivo “promover a realização e inclusão das pessoas portadoras de deficiência”, lê-se no site do Pais em Rede. “Criar uma rede de suporte centrada na família, incentivar o desenvolvimento de competências parentais e encontrar soluções práticas para os problemas das pessoas incapacitadas”, são alguns dos desígnios deste movimento.
Sobretudo para as famílias com pessoas deficientes, este encontro concelhio pretendia “dar a conhecer que existe mais uma solução e que já está em lançamento o núcleo da Maia do Pais em Rede”, adiantou Alberto Santos, um dos vice-presidentes da FAPEMAIA. A constituição de um núcleo maiato era o objectivo “primordial”.

Alberto Santos destaca o facto de que, para fazer parte deste movimento não é necessário pagar quota. Basta apenas dizer “presente” e ter vontade de ajudar. Foi o que fez a estrutura representativa dos pais e encarregados de educação da Maia, que congrega famílias que vivem de perto as dificuldades e os obstáculos da deficiência. “A partir do momento em que fomos abordados no sentido de ajudar a divulgar, dissemos presente, como seria a nossa obrigação”, diz o dirigente.
Entre outros, o encontro contou com a presença da vereadora da acção social da Câmara da Maia, Ana Vieira de Carvalho, e Celeste Carvalho, directora do núcleo distrital do Porto do Pais em Rede.

Novo Estatuto do Aluno em discussão

No dia 3 de Dezembro, a FAPEMAIA promove um debate sobre o Novo Estatuto do Aluno. Vai ser pelas 21h00 na Escola Secundária da Maia.
O debate surge numa altura em que todas as escolas têm de proceder à adaptação dos seus regulamentos internos, de acordo com as alterações introduzidos no Novo Estatuto do Aluno, até ao final do primeiro período.

Nesse sentido, a FAPEMAIA entendeu realizar um debate sobre o tema e que permitisse “trazer quem tenha estado na elaboração, na revisão, que tivesse uma perspectiva da escola”. E por outro lado, “que permitisse a pais, alunos e professores um fórum de discussão”, sublinha Alberto Santos, vice-presidente da FAPEMAIA. Assim, o debate vai ter como oradores dois dos deputados que estiveram envolvidos no processo que levou à introdução de alterações no Estatuto do Aluno. Designadamente, Emídio Guerreiro, do PSD, e Michael Seufert, da Juventude Popular. O professor Manuel Ferreira, director do Agrupamento de Escolas de Águas Santas, será o terceiro orador do debate dedicado ao Novo Estatuto do Aluno.

Fernanda Alves