Maia contribuiu com 33 227 quilos para o Banco Alimentar

Foram 13 as superfícies comerciais do concelho da Maia que nos dias 28 e 29 de Maio receberam mais uma campanha do Banco Alimentar Contra a Fome.
Os maiatos contribuíram com a dádiva de 33 227 quilos de alimentos, mais 2524 quilos que na campanha de Maio do ano passado, que decorreu em 15 lojas da Maia.
Em todo o distrito do Porto, a campanha do Banco Alimentar Contra a Fome decorreu em 223 supermercados, tendo conseguido reunir cerca de 386 toneladas de bens alimentares.
Foi no Continente Maia Jardim que foi reunida a maior quantidade de alimentos (6841), seguindo-se a loja do Maiashoping (6300) e o Jumbo Maia (4696).

A nível nacional foram recolhidas 2309 toneladas de alimentos. Um número que ultrapassa os valores da anterior campanha, representando um aumento de 14,9 por cento.
Os alimentos recolhidos estão a ser distribuídos por 1936 instituições de solidariedade social, que por sua vez, farão chegar estes bens a 319 mil pessoas com carências alimentares comprovadas, sob a forma de cabazes ou de refeições confeccionadas.

A campanha decorreu no fim-de-semana de 28 e 29 de Maio em 1560 superfícies comerciais das zonas de Abrantes, Algarve, Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Cova da Beira, Évora, Leiria-Fátima, Lisboa, Oeste, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, Terceira, Viana do Castelo e Viseu.
Esta foi “a maior acção de voluntariado”, com um total de “31900 voluntários”.
Os resultados obtidos voltaram a evidenciais uma “extraordinária adesão” apesar da crise económica que afecta o país e as famílias, que dispõem de cada vez menos recursos. Mais uma vez, os portugueses mostraram que são capazes de ser solidários e generosos.

Fernanda Alves