Rastreios gratuitos e actividades desportivas no Maia Saúde

O Parque Central da Maia recebe, sexta-feira e sábado (17 e 18 Junho), mais uma edição da feira Maia Saúde. É uma iniciativa da Câmara Municipal da Maia, que mais uma vez, irá proporcionar à população um conjunto de actividades, como rastreios gratuitos, acções de informação e sensibilização, e actividades desportivas. Na quinta-feira, inserida no programa da Maia Saúde, terá lugar a Gala da Saúde Escolar, pelas 20h30, no grande auditório do Fórum da Maia.

O evento acontece desde 2007 e nasceu a partir do trabalho desenvolvido pelo Conselho Local de Acção Social do concelho da Maia. E pretende, desta forma, “proporcionar à população, sempre numa perspectiva de fomento da educação para a saúde e da responsabilidade que cada um tem nessa área, uma série de rastreios gratuitos”, sublinha a vereadora responsável pelo pelouro da acção social, Ana Miguel Vieira de Carvalho. Higiene oral, terapia da fala, podologia, colesterol, tensão arterial, audição, visão, cardiologia, fisioterapia, densiometria óssea, são apenas alguns dos rastreios disponíveis nesta feira.

A população idosa irá ter uma atenção especial, de acordo com a vereadora. Não só terão a possibilidade de fazer rastreios gratuitos, como poderão participar em actividades desportivas direccionadas para esta faixa etária. Como danças de salão, ginástica e Tai Chi Chuan. “Seguindo o conceito de vida saudável que todos devemos levar, convidamos o Clube Maia Sénior e através do pelouro do desporto, a desenvolver alguma actividade física durante esta iniciativa”, revela Ana Miguel Vieira de Carvalho.

No que se refere à Gala da Saúde Escolar, vão estar em destaque todos os projectos de saúde escolar da Câmara Municipal da Maia. Designadamente, Educação Alimentar, Higiene Oral, Segurança Alimentar, Prevenção Solar, Educação postural e Terapia da Fala.

Para além da feira Maia Saúde, parte do espaço do Parque Central da Maia vai ser ocupado pelo Centro Local de Apoio ao Imigrante (CLAI) da Socialis. “Vão realizar nessa mesma data uma mostra cultural de diversos países e também alguma animação. É importante que eles também tenham respostas na área da saúde. Por isso, entendemos que era uma mais valia concentrar essa actividade no Maia Saúde”, justificou a vereadora.

Fernanda Alves