JP Maia apresentou proposta de reforma administrativa ao presidente da Câmara


A Juventude Popular (JP) da Maia apresentou, no final da semana passada, ao presidente da Câmara Municipal da Maia a sua proposta de reforma administrativa e territorial para o concelho. A audiência contou ainda com a presença do vereador da Juventude, Hernâni Ribeiro. Depois de terem apresentado a proposta publicamente, no final do ano, a JP queria também fazê-la chegar ao autarca. Foi isso que aconteceu agora.

A Bragança Fernandes apresentaram um documento que, na sua base, propõe a passagem das actuais 17 juntas de freguesia para um modelo de cinco zonas administrativas, mas “preservando os traços identitários de cada uma das freguesias”, garante a estrutura. A JP ressalva que a sua proposta respeita “a harmonia territorial”, no entanto, promove uma maior competitividade inter-regional.

Temas como a extinção dos “vereadores de oposição”, o papel mais fiscalizador da Assembleia Municipal, o método de eleição e formação do executivo camarário e o papel dos presidentes de Junta em reunião de Assembleia Municipal foram abertamente discutidos por ambas as partes “tendo-se encontrado pontos de comum acordo”. “A proposta da JP Maia pressupõe maior frequência de reuniões da Assembleia Municipal, o fim do poder de voto dos presidentes de junta nessas reuniões e, por exemplo, a total liberdade do presidente da câmara eleito para escolher a sua equipa tal como acontece no Governo central” enumera a JP da Maia.

A JP da Maia elogia a “abertura, rapidez e interesse” do executivo camarário na proposta que foi apresentada. A estrutura recorda que, desde o início, a sua intenção era incentivar o debate do assunto e “desligada” de interesses políticos. “Esta é uma proposta de uma estrutura juvenil mas acima de tudo é um documento que espelha a opinião de jovens que nasceram e vivem no concelho da Maia e o sentem, acima de tudo, como cidadãos”, justifica.

Durante a audiência com Bragança Fernandes, ainda houve tempo para os jovens populares abordarem temas relacionados com os jovens, nomeadamente o desporto, o urbanismo e o empreendedorismo. Destaque para os projectos do Parque Maior e das Piscinas Olímpicas.