Opinião Victor Dias: Maia Go – uma iniciativa em curso na Maia e na vanguarda em Portugal

Numa iniciativa do Pelouro da Juventude da Câmara Municipal da Maia, está em curso um dos mais ambiciosos e bem pensados programas de incentivo aos jovens, para que tomem nas suas próprias mãos, o rumo da sua inserção no mercado de trabalho e das oportunidades de emprego e empreendedorismo.

Como sublinhou, Hernâni Ribeiro, Vereador do Pelouro da Juventude, numa entrevista de fundo, ao programa “Praça da Liberdade”, um espaço de política pura e dura, da Rádio 5: – “o nosso objectivo é proporcionar, de forma inteiramente graciosa, um conjunto de seminários de 4 a 6 horas de duração, à quarta ou quinta-feira de cada semana, com painéis compostos por profissionais das empresas e entidades parceiras e por especialistas dos temas em apresentação, com vista a dotar os jovens que têm habilitação correspondente ao 12º ano concluído e superior, licenciados, mestrados e doutorados, com um leque de conhecimentos, ferramentas e “know-how”, que os pode ajudar imenso no seu posicionamento face ao mercado de trabalho e perante a oferta de emprego disponível. Focamos muito este programa numa abordagem centrada na pessoa e nas suas capacidades, enquanto detentora de potencial empreendedor, capaz de impulsionar a mudança radical na sua própria vida…”.

maiago

Imagem: http://juventude.cm-maia.pt/

O programa é de facto muito ambicioso e tecnicamente bem estruturado, permitindo aos jovens de elevado perfil, compreender rapidamente a utilidade das matérias que são objecto de apresentações e comunicações, proferidas por interlocutores com conhecimento do terreno e larga experiência, nas suas áreas de especialização.

A estrutura do programa integra uma panóplia de temas de grande importância instrumental, para quem quer dar a volta à sua vida e vencer, num mercado altamente competitivo e por vezes adverso.

Aposta nos jovens

Para que os leitores possam aquilatar da validade e interesse dos temas, deixo aqui uma súmula de tudo quanto está a ser objecto de informação e debate, destacando por exemplo, Skills – Dotar os participantes de ferramentas diferenciadoras no âmbito do marketing pessoal, marketing digital, emprego e empreendedorismo; NetWorking – Apoiar o networking através do envolvimento de parceiros institucionais, empresas e profissionais especializados; Opportunities – Possibilitar que todos os participantes tenham no final, no mínimo 1 entrevista de trabalho com uma das empresas envolvidas.

Este programa é, indubitavelmente, uma das iniciativas políticas, protagonizadas por um Município, com maior adequação às necessidades concretas dos jovens detentores de formação capacitante para o desempenho de funções de grande responsabilidade e exigência, em ambientes fortemente competitivos e concorrenciais, num mercado, cuja globalização é crescente.

Hernâni Ribeiro demonstrou, a meu ver, com toda a clareza, a sua correcta visão do problema social e económico, apresentando uma resposta política que devia ser tomada como exemplo, a nível nacional. Uma resposta que contrasta com o amadorismo com que o ex-ministro Miguel Relvas, procurou dar resposta ao mesmo problema, contratando um pseudo formador na área do “coaching”, tecnicamente mal preparado e profundo desconhecedor da realidade concreta do Mundo do trabalho, mormente daquele mercado de emprego que procura outra coisa bem diferente do que vende Miguel Gonçalves, o “guru” contratado por Relvas.

Adesão

A prova da qualidade e validade do Maia Go, foi a enorme adesão que teve, obrigando a organização a limitar e condicionar as inscrições, à capacidade do grande auditório do Fórum da Maia, tanta foi a procura de jovens que não queriam perder a oportunidade de enriquecer o seu conhecimento pessoal, ao nível do Marketing e da marca pessoal, do Marketing Digital, do emprego e do empreendedorismo.

Tive ocasião de assistir a algumas comunicações que reputo de elevado interesse e valor, após as quais troquei algumas impressões com jovens participantes que não hesitaram em reconhecer de imediato, a eficácia de algumas ideias e soluções que lhes foram apresentadas.

Não tenho dúvidas que este projecto Maia Go vai ser adoptado noutros municípios, atendendo à forma bem sucedida como foi planeado, institucionalmente articulado e implementado. Isto é tão verdade que até os mais altos dirigentes governamentais do sector, reconhecendo a eficiência da fórmula, fizeram questão de enviar dirigentes de topo da administração central, para expressar o seu envolvimento e reconhecimento da qualidade do projecto.

Fazer política é procurar facilitar a vida às pessoas

Maia Go é um programa que prova a nossa capacidade de enfrentar as dificuldades, de responder aos desafios e apoiar a comunidade jovem local, sem prometer o impossível, mas apetrechando os interessados, de conceitos, ideias e ferramentas que lhes podem permitir uma nova abordagem na procura de emprego, de oportunidades ou de concretização de projectos inovadores e empreendedores.

Fazer política é isto mesmo, é procurar facilitar a vida às pessoas, não é fazer promessas inviáveis. Até porque os tempos não estão de feição aos políticos incompetentes e demagogos. Nesta área da procura de emprego, o papel da política e dos políticos sérios, é ajudar as pessoas, com verdade, sem ilusões e disponibilizando-lhes instrumentos de informação e formação que melhorem a sua capacidade de ler o mercado de trabalho e ajustar a sua oferta à procura. E é isto que o Maia Go está a conseguir, com sucesso…

Victor Dias