Concelhia da Maia do PS pede a Seguro marcação de Congresso

PS_Maia

A Comissão Política Concelhia (CPC) do Partido Socialista (PS) da Maia aprovou, com duas abstenções, uma moção em que apela ao secretário-geral do partido, António José Seguro, “que seja capaz de protagonizar uma atitude que promova o debate interno e que seja por sua iniciativa que se marque, no mais curto prazo possível, o XX Congresso Nacional do Partido Socialista”.

O documento, de acordo com um comunicado da estrutura, sublinha ainda que “os socialistas sentem hoje nos ombros a responsabilidade de se pronunciarem de forma aberta e democrática, em congresso, contribuindo para as escolhas que o partido precisa de fazer. A natureza livre dos homens e mulheres do PS, sempre permitiram que este partido estivesse à altura de corresponder aos desafios e necessidades deste País, hoje não será diferente.”

Segundo o mesmo documento, na reunião foram vários os elementos da Comissão Política que manifestarem publicamente o seu apoio a António Costa, entre eles, o presidente da comissão política concelhia. Marco Duarte Martins considera que António Costa “é quem melhor está colocado para liderar o PS e devolver aos portugueses a confiança no partido e conseguir um resultado que permita a Portugal a estabilidade necessária para se fazerem as transformações governativas que tanto se pedem.”

O líder da concelhia da Maia acrescentou que os eleitores não vão perceber as “lógicas partidárias” caso o sinal do PS aponte para uma alternativa contrária. “Se isso acontecer ficará esvaziada a possibilidade do PS vencer as próximas legislativas e o Partido sairá reduzido a um eleitorado fixo encolhido nas eleições de 2015, conclui.

Para além da comissão política também dois dos três vereadores do PS na Câmara da Maia, Jorge Catarino e Sandra Lameiras, manifestaram o seu apoio a António Costa.