Variante à EN14 motiva reunião de urgência com António Costa

EN14

O concurso público para a construção da nova variante à Estrada Nacional 14 está a decorrer, mas os presidentes de Câmara da Maia, da Trofa e de Vila Nova de Famalicão querem ter a certeza de que o projeto não vai ser suspenso. Neste contexto, Bragança Fernandes adiantou que está marcada uma reunião urgente com o primeiro-ministro. Só falta mesmo António Costa apontar a data.

“Esta variante é muito importante para a economia e se os empresários pressentirem que algo está em dúvida neste projeto, saem desta zona e mudam-se para a Galiza. Hoje em dia, as vias de comunicação para a rápida deslocação de mercadorias é fundamental em qualquer negócio. Ora, por vezes, demora-se uma hora e meia a chegar da Trofa à Maia, o que não é admissível”, afirmou Bragança Fernandes.

30 mil veículos

A EN14 é a via de acesso às zonas industriais de Famalicão, Trofa e Maia, onde estão instaladas empresas com forte vocação exportadora. É atravessada todos os dias por cerca de 30 mil veículos, nomeadamente pesados, com constantes estrangulamentos. Por isso, responsáveis políticos e empresários destes municípios reivindicam há muito uma alternativa ao trânsito.

Bragança Fernandes lembra que desde que está na câmara, há 26 anos, que se pensa nesta obra, “já esteve inscrita no PIDDAC por vários anos”. Entretanto, o anterior governo lançou o projeto e, acrescentou o autarca, “espera-se que o atual executivo cumpra com o que ficou estabelecido, confiamos nos nossos governantes e queremos acreditar que somos governados por pessoas de bem”.