Trabalhadores do aeroporto recusam parcómetros

Parcómetros Maia

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA) lançou hoje um abaixo-assinado contra a colocação de parcómetros nas ruas envolventes ao aeroporto do Porto, anunciada pela Câmara da Maia.

O sindicato refere que para evitar o estacionamento pago, os trabalhadores terão que percorrer pelo menos três quilómetros de distância.

A alternativa é estacionar nos parques do aeroporto, com uma avença de 80 euros a cada três meses, ou então “sujeitar-se aos lugares pagos a oito euros por dia”.