Prevenção nas escolas vai chegar a mais crianças

Maia, prevenção rodoviária começa por nós

O executivo municipal recebeu na última reunião a informação do Programa “Maia, prevenção rodoviária começa por nós”. Das 11 turmas abrangidas no ano letivo anterior, o programa passa a ser orientado para 25 turmas, apenas do 1º Ciclo do Ensino Básico. Anteriormente também contemplava o pré-escolar.

No documento, a Comandante da Polícia Municipal apresenta o balanço da atividade no ano letivo 2015/16 e a agenda das ações previstas para o próximo ano letivo, onde consta a novidade do alargamento da abrangência do projeto ao público escolar.

Outra diferença no procedimento do programa para o próximo ano letivo será nas fases de concretização, que passam a ser duas. Em 2015/16 a prevenção realizou-se em três fases, as duas primeiras em regime de sala e a terceira no exterior, sendo que em todos os casos elementos da Polícia Municipal deslocaram-se às escolas envolvidas e sensibilizaram as crianças para diversos aspetos de prevenção rodoviária, como comportamentos de risco, incentivando a ter condutas de prevenção, enquanto peão, ciclista ou utilizador de meios de transporte, desde o carro até autocarro, metro, comboio ou outros.

No final, realizou-se a ação dos “Mini Polícias” com as crianças a serem acompanhadas na rua pelos polícias municipais na sensibilização direta dos automobilistas adultos para o estacionamento indevido ou abusivo.

Novo projeto em duas fases

De acordo com a informação prestada por Romana de Abreu, o programa “Maia, prevenção rodoviária começa por nós” contou com o “notório envolvimento pleno das crianças na dinamização pretendida”.

Assim, para o ano 2016/17, o projeto realizar-se em duas fases distintas, uma em sala de aula e outra no exterior, mantendo-se a dinâmica dos “Mini Polícias” e do desafio Turma para conseguir uma boa fotografia alusiva à utilização da passadeira.

O programa irá procurar encontrar um parceiro, normalmente de uma Seguradora, para conseguir distribuir cerca de 700 t-shirts pelos “Mini Polícias” e outro material promocional. O Projeto Saúde Escolar irá promover no seu Facebook ao longo do ano a atividade “Maia, prevenção rodoviária começa por nós”, insistindo em períodos específicos, como início do ano escolar, Natal, Páscoa, etc.

Aos alunos será ainda lançado o desafio Escola para a construção de uma torre do Lidador, cujos trabalhos e vencedores irão integrar a gala anual de Saúde Escolar.

Terreno para ampliação de estações elevatórias

A câmara aprovou, na última reunião do executivo, no dia 22, a decisão do Conselho de Administração dos Serviços Municipalizados da Maia de adquirir por quatro mil euros uma parcela de terreno de 200 metros quadrados a integrar no domínio público.

Esta compra tem por base a empreitada de ampliação das centrais elevatórias de águas residuais das ruas da Fábrica, em Vila Nova da Telha, e da Camposa, em Folgosa. “Trata-se de uma faixa de terreno muito pequena que servirá para melhor poder concretizar os arranjos exteriores daquelas infraestruturas”, explicou o vereador Hernâni Ribeiro.