Mais de 2 milhões de euros investidos nas escolas para o ano letivo

Entre 9 e 15 de setembro dá-se o arranque oficial do ano letivo 2016/17. No concelho da Maia, todos os responsáveis dos agrupamentos escolares dão indicações de estar tudo a postos para o começo das aulas.

A maioria dos agrupamentos escolares maiatos começa as aulas entre os dias 14 e 16 deste mês com praticamente todos os professores colocados e, nalguns casos, escolas renovadas e melhoradas.
É o exemplo da Escola Secundária de Castelo da Maia, que foi totalmente requalificada pela Parque Escolar. A segunda fase da obra ficou concluída em julho deste ano, tendo a primeira fase (pavilhão desportivo) sido entregue há dois anos ao agrupamento escolar de Castelo da Maia, que já beneficiava assim das instalações desportivas.

Escola Seundária do Castelo da Maia está nova

A escola apresenta agora novas possibilidades para um ano letivo “mais cómodo e tranquilo”, como referiu o diretor Marco Marques, que adiantou que uma das novidades é a oportunidade de atribuir uma sala para cada turma, dando “mais organização e responsabilização aos alunos”.

O projeto de intervenção teve como principal objetivo, de acordo com a Parque Escolar, “adaptar a escola às novas exigências de ensino, quer ao nível do número de espaços, quer ao nível da qualidade dos mesmos e, nesse sentido, foram requalificados os espaços letivos, espaços administrativos, zonas sociais, cantina e espaços desportivos”.

No âmbito da requalificação, foram ainda construídos novos edifícios com funções sociais e letivas e executados os espaços exteriores envolventes.

Outro dos objetivos do projeto foi tornar a escola inclusiva, através da criação de condições de acessibilidade para todos os utilizadores, incluindo os de mobilidade condicionada, com a colocação de rampas e elevador.

Mais alunos nas escolas maiatas

A generalidade dos diretores dos agrupamentos referiu que há um ligeiro aumento do número de alunos inscritos para este ano letivo, a maior parte no pré-escolar e no 1º ciclo, o que significa uma maior procura dos estabelecimentos de ensino da Maia, devido à sua qualidade, tendo em conta que têm sido realizadas obras de monta ao nível da requalificação dos espaços e uma aposta nas novas tecnologias, com o apoio da Câmara Municipal.

Aliás, o vereador com o pelouro da Educação, António Tiago, afirma que “a Educação é, como sempre foi, um dos principais desígnios da governação local na Maia, assumindo um relevante significado na estratégia de desenvolvimento humano, social e económico”.

Retirado último telhado com amianto

No âmbito das obras realizadas, Miguel Madureira, diretor do agrupamento de escolas Dr. Vieira de Carvalho, destaca o facto de se entrar numa nova era na Maia, a era sem telhados de amianto. A Câmara Municipal procedeu à substituição das coberturas de fibrocimento que existiam ainda na EB1/JI Lidador, num investimento de mais de 120 mil euros.

Recorde-se que até 1994, o fabrico de fibrocimento era feito com uma mistura de fibras de amianto. É uma boa notícia para este agrupamento, uma vez que a presença desta substância nos equipamentos escolares tem causado alguma polémica e até alarme na população, nos últimos anos. O diretor do agrupamento referiu que esta era a última escola no concelho que faltava livrar do amianto.

Investimento da Câmara nas escolas passa dos 2 milhões de euros

Quase todas as escolas do 1º ciclo do ensino básico foram alvo de beneficiação por parte da Câmara da Maia com um investimento de cerca de 93 mil euros. Na EB 1 de Crestins, a intervenção foi mais intensiva. Realizou-se a pavimentação de todo o espaço exterior e ampliação do recreio coberto, no valor de 67 mil e 660 euros.

No agrupamento de escolas da Maia, o Centro Escolar Vermoim Gueifães teve direito à cobertura de metade do Polidesportivo em estrutura metálica e lona tonsada cinza, num investimento de 62 mil euros.
Já no agrupamento Gonçalo Mendes da Maia, foi realizada a pavimentação da zona envolvente ao Jardim de Infância de EB1 Currais em betão e borracha, eliminando-se as zonas de saibro. A obra ascendeu a 12 mil e 820 euros.

Do mesmo agrupamento, a EB 2/3 da Maia, tem agora melhores condições para as aulas de Educação Física, dado que foi efetuada a substituição da cobertura de um dos pavilhões, que a Câmara custeou no valor de 42 mil e 600 euros.

No agrupamento do Castelo da Maia, está a decorrer o concurso público para intervenção na EB1 de Ferreiró. A obra, que irá custar 380 mil euros, só irá começar em outubro.

Também só para o próximo ano letivo, haverá novidades nas obras da EB1 de Moutidos, no agrupamento de Águas Santas. O Concurso global público está em fase de abertura e a obra só terá início em janeiro de 2017. Porém, as reparações no refeitório desta escola devem começar este mês. O custo destas obras ascende a 1 milhão e 400 mil euros.

Contactos dos Agrupamentos:

Agrupamento de escolas da Maia (Secundária da Maia; EB 2,3 de Gueifães; EB1 /JI de Gueifães; EB1/JI 1 de Gueifães) – 229 478 480

Agrupamento de escolas Gonçalo Mendes da Maia (EB 2,3 da Maia; EB1/JI Cidade Jardim; EB1/JI da Maia; EB1/JI de Currais; EB1/JI D.Manuel; EB1/JI 1 da Maia) – 22 948 58 59

Agrupamento de escolas de Pedrouços (EB 2,3 de Pedrouços; EB1/JI das Enxurreiras; EB1/JI de Parada; EB1/JI de Pedrouços; EB1/JI do Paço; EB1/JI da Giesta) – 229773950
Agrupamento de escolas Dr. Vieira de Carvalho (EB 2,3 Dr. Vieira de Carvalho; EB1/JI de Crestins; EB1/JI de Pedras Rubras; EB1/JI da Prozela; EB1/JI da Guarda; EB1/JI do Lidador) – 229 429 181

Agrupamento de escolas de Castelo da Maia (EB 2,3 do Castêlo da Maia; EB1 /JI de Ferronho; EB1 /JI de Gestalinho; EB1 /JI de Porto Bom; EB1 /JI da Bajouca; EB1 /JI de Ferreiró; EB1 /JI de Mandim; EB1 /JI do Castêlo da Maia; EB1 Seara; JI da Campa do Preto) – 229 820 641

Agrupamento de escolas do Levante da Maia (EB 2,3 de Nogueira; EB1/JI do Monte das Cruzes; EB1/JI de Frejufe; EB1/JI dos Arcos; EB1/JI de Folgosa; EB1/JI de Santa Cristina; EB1 Monte do Calvário; JI de Barroso) – 229410319

Agrupamento de escolas de Águas Santas (EB1/JI do Corim; EB1/JI da Gandra; EB1/JI de Moutidos; EB1/JI da Picua) – 229 712 570