Associação Jafetos criada para combater insucesso escolar

Jafetos

A Jafetos é uma nova associação criada há pouco tempo por Paula Sá a partir do seu grupo de jovens da catequese da Paróquia da Maia. Paula Sá foi catequista de 26 jovens durante alguns anos e desafiou o grupo a fazer trabalho de voluntariado nalguns projetos sociais na Maia.

Depois desse trabalho realizado no terreno em que “foram colocando em prática o que aprenderam na catequese”, os jovens decidiram constituir uma associação para continuar formalmente e de forma bem organizada um projeto de voluntariado específico, um centro de estudos.

Sob o mote “O bem que te fazia…se te ajudasse uma hora por dia”, a associação Jafetos já preparou o Projeto e apresentou-o à Câmara Municipal, que se disponibilizou para ajudar com a cedência de um espaço no Bairro do Sobreiro, uma área onde existem várias famílias carenciadas e que poderão assim ter condições para usufruir deste serviço de apoio aos alunos.

Combate ao insucesso escolar

O bem estar social e o combate ao insucesso escolar são propósitos a prosseguir pela jovem associação. A autarquia está a realizar obras de remodelação do espaço para em breve se poder dar explicações aos estudantes do concelho da Maia gratuitamente e que, de outra forma, não têm possibilidades de ter apoio e um complemento escolar.

“A tónica da metodologia é colocada na colaboração de jovens voluntários, e na conjugação das vontades de melhorar e enriquecer as aprendizagens, intervindo ao nível da promoção de atitudes e valores sem os quais as aprendizagens dificilmente terão sucesso”, pode ler-se no Projeto  do Centro de Estudos preparado pela Jafetos.

O centro destina-se a alunos do 2º e 3º ciclos e do ensino secundário. Mas Paula Sá salvaguarda que a associação “não pretende fazer concorrência aos centros de estudos” já estabelecidos na Maia e explica que a sua atividade será destinada apenas àquelas famílias que “não conseguem mesmo pagar uma quantia mínima neste tipo de centros”.

“Queremos dar a esses jovens de áreas problemáticas a oportunidade de terem algum sucesso escolar e tentar fazer alguma diferença na sua vida”, afirmou Paula Sá.

O novo espaço da Jafetos irá incluir algumas oficinas de atividades e os explicadores serão os jovens sócios, que irão trabalhar voluntariamente, dando o tempo que tiverem.

Campanha de sensibilização

Enquanto esperam que a autarquia entregue o espaço, algo que deve acontecer muito em breve, a Jafetos prepara uma campanha de sensibilização junto da comunidade para conseguir doações de bens como mobiliário (secretárias, cadeiras, biombos, etc).

Espera-se a colaboração da comunidade maiata para dar início ao projeto, embora a associação se disponha desde já a dar apoio escolar a quem mostrar essa necessidade urgente, nem que seja em instalações provisórias da casa da presidente da associação. Por enquanto ainda não existem estudantes sinalizados para o apoio escolar, sendo que a Jafetos vai levar a efeito uma campanha nas redes sociais para divulgar este novo projeto de apoio aos alunos da Maia mais carenciados e Paula Sá conta ter já um grupo definido no final deste período letivo.