,

Incêndio em Vila Nova da Telha causou cinco feridos

Várias explosões, seguidas de um incêndio foi o cenário da última quarta-feira de manhã num armazém-oficina na freguesia de Vila Nova da Telha, próximo do Aeroporto Sá Carneiro. O fogo feriu cinco funcionários, dois deles gravemente.

O incidente ocorreu pelas 11h30, numa empresa de lavagem de veículos pesados e cisternas, instalada numa zona industrial, na Rua Vilar do Senhor.

Segundo o comandante dos bombeiros de Moreira da Maia, Manuel Carvalho, que admitiu que inicialmente o incêndio fazia adivinhar um cenário bem pior, o fogo teve origem nas cisternas dos camiões que estavam a ser lavadas e que transportavam material inflamável, como gasolina ou gasóleo.

Por volta das 13h00, o incêndio foi dado como totalmente dominado após a ação de 50 operacionais dos Bombeiros e 23 veículos. Manuel Carvalho explicou que iam ainda ficar no local num trabalho de vigilância, previsivelmente até ao final do dia, 18 homens e seis viaturas, para evitar reacendimentos.

O local do incidente fica a 150 metros do Aeroporto, mas os bombeiros atuaram rapidamente e criaram um perímetro de segurança, o que evitou um desastre maior.

O comandante adiantou que não havia materiais inflamáveis armazenados, tendo apenas ardido restos de combustível dos tanques dos veículos, o que também não constitui perigo de contaminação da atmosfera.

A empresa onde trabalhavam 11 pessoas e onde ocorreu o incêndio operava de forma irregular há cerca de dois anos e, segundo o vereador da Proteção Civil da Câmara da Maia, Mário Nuno Neves, já tinha um processo judicial a decorrer por falta de licenciamento. De qualquer forma, em declarações no local, explicou que não há vestígios que permitam determinar a origem do incêndio com precisão nem que permitam relacionar as irregularidades diretamente com este incidente.

O autarca adianta que era conhecido que a empresa iria mudar para novas instalações dentro de duas semanas, mas, neste momento, “não tem quaisquer condições de laboração”.

Angélica Santos