Rotários apoiaram vicentinos

No passado dia 27 de Junho, o Rotary Club da Maia concretizou mais um projecto relativo ao ano rotário 2016/2017.

Desta feita, em parceria com o Conselho de Zona da Maia da Sociedade de São Vicente de Paulo, o Rotary Club da Maia direcionou os seus esforços para o apoio às famílias mais fragilizadas da comunidade da Maia.

Em cerimónia realizada na sede do Rotary Club da Maia, e que contou com a presença de diversos rotários, do past Governador Diamantino Gomes, da presidente da Casa da Amizade, Alexandra Ramalho, da presidente da Junta de freguesia da Cidade da Maia, Olga Freire, e do presidente do Conselho de Zona da Maia da Sociedade de São Vicente de Paulo, José Sousa, o presidente do Clube, Paulo Ramalho, salientou a importância de se “afirmar em acções concretas, os lemas rotários dar de si, antes de pensar em si e rotary ao serviço da humanidade”.

Paulo Ramalho destacou ainda “o grande trabalho a favor dos mais desfavorecidos, desenvolvido pelos vicentinos, de forma discreta e particularmente eficaz” e esclareceu que o apoio concedido, “contou com fundos próprios do Clube, da Casa da Amizade e da Fundação Rotária Portuguesa”.

Esta sessão terminou com uma palestra oferecida pela jovem cientista portuguesa, Patrícia Monteiro, sob o tema “A genética do autismo”.

Recorde-se que esta jovem investigadora desenvolve actualmente o seu trabalho no Instituto de Ciências da Vida e da Saúde da Escola de Medicina da Universidade do Minho e entre 2010 e 2015, desenvolveu a sua tese de doutoramento na equipa de investigação do professor doutor Guoping Feng, no Massachusettes Institute oh Technology (MIT), em Boston, EUA.