,

Trabalho de modernização de Milheirós

A freguesia de Milheirós está intimamente ligada ao cultivo do milho, aos seus moinhos e ao rio Leça. Entretanto, tem crescido de forma harmoniosa, em consonância com os seus quatro séculos de história, apresentando infraestruturas ao nível cultural e desportivo, dinamizadas pela Junta de Freguesia e pelas coletividades locais.

O presidente da Junta de Milheirós, Vítor Fontes, a terminar o segundo mandato, afiança que é o “grande amor à terra” que o move na função de autarca, “sou de Milheirós, os meus pais e avós já eram de Milheirós, por isso gosto de trabalhar pela minha terra”.

Autarquia requer muito empenho

É um trabalho árduo que requer muito empenho e nem sempre bem compreendido pela população.

Há obras que se concretizam depois de anos de negociações de terrenos e de estabelecimento de parcerias, trabalho esse que nem sempre é percebido pela comunidade. E o autarca dá como exemplo a obra que se irá iniciar dentro em breve do alargamento da Rua das Escolas.

“Muita gente vai dizer que se trata de um ato político, por só começar agora perto das eleições, mas o que não sabem é que nas negociações para a compra dos terrenos estiveram, além de mim, envolvidos os dois anteriores presidentes, Mário Gouveia e Alfredo Santos Teixeira.

As negociações complicavam-se com a família, pelo que fiz diligências com um dos proprietários para ir diretamente comigo negociar junto da Câmara. E, definitivamente, conseguimos resolver o problema”. Será um processo que, ao que tudo indica, irá ter um final feliz a bem de toda a freguesia.

Importância de se dialogar e estabelecer entendimentos

Vítor Fontes refere que, dado as Juntas de Freguesia não terem capacidade financeira, torna-se necessário negociar com a Câmara Municipal e estabelecer outras parcerias para concretizar algumas obras. Exemplo disso tem sido a pavimentação de algumas ruas.

O presidente referiu que chegou a acordo com os SMAS para conseguir algumas das repavimentações de maior monta. Ou o caso da Horta de Milheirós, em que a Junta conseguiu encontrar um terreno apropriado levando a ideia à Maiambiente, que depois o comprou e vai construir a Horta.

A Junta de Milheirós orgulha-se de ter concretizado ainda o projeto da Levada, que possibilitou a criação da Praia Fluvial, neste último mandato, bem como ter contribuído para que a freguesia tivesse uma extensão do Centro de Saúde com a instalação do Posto Médico, que “continua aberto e com mais um médico ao serviço”.

Parque de Alvura

O Parque de Alvura, foi negociado pela Junta com a Câmara Municipal e com a Maiambiente e deverá ser implementado no próximo ano. Será “um parque fluvial de lazer relvado e arborizado, com mesas, e num local aprazível, que é na margem do rio Leça.

Milheirós é uma das freguesias atravessadas pelo rio, que o tem valorizado com a participação em grupos de limpeza organizados pela Câmara Municipal, com a organização de caminhadas junto ao rio com piqueniques, passeios de barco, entre outras ações.

Crianças e idosos

A Junta de Milheirós dá prioridade aos passeios para os seniores, organizando viagens até Fátima, que juntam 200 idosos num passeio que inclui almoço, tarde dançante, lanche ajantarado. E por outro lado, dá prioridade às crianças, organizando os Campos de Férias de Milheirós.

São “as melhores férias da Maia, em que são reunidas 100 crianças, que vão à praia e dedicam o tempo a atividades lúdicas e pedagógicas muito interessantes, por exemplo, fomos com as crianças a uma vacaria em que assistiram a como se faz queijo fresco, manteiga, etc.”, referiu o presidente de Milheirós.

Em termos culturais e desportivos, a Junta apoia as iniciativas que são promovidas pela Escola Dramática e pelo Inter Milheirós, por entender serem quem melhor pode dinamizar a Cultura e o Desporto na freguesia.

Junta com serviços diversificados

Vítor Fontes dá atenção ao atendimento da população no espaço da Junta, continuando a oferecer serviços diversos como: CTT, GAIL (Gabinete de Atendimento Integrado Local), extensão da Segurança Social, transporte de idosos a serviços de Saúde.

Como é recandidato a um terceiro mandato, Vítor Fontes pretende continuar a empenhar-se no desenvolvimento de Milheirós, referindo que será preciso dar atenção à renovação de passeios, que cada vez estão mais velhos e desadequados, e construir novos, como no caso do acesso à Igreja, evitando que as pessoas circulem na rua.

Vítor Fontes também irá desenvolver o projeto para a construção de um novo pavilhão multi usos com um ringue em anexo, ou seja, uma área desportiva que irá dinamizar ainda mais a freguesia e que deverá contar com o apoio da Câmara Municipal da Maia.

O presidente da Junta também está a ultimar diligências para a compra de terreno em frente à Igreja, que servirá para construir um novo acesso de ligação da Rua General Humberto Delgado à Rua das Escolas e receber uma área de estacionamento.