Lixo eletrónico transformado em arte

Desde o dia 9 de setembro, o lixo eletrónico recolhido pela Maiambiente ganha uma nova vida com a instalação ‘Strangers’, de autoria dos artistas João Valente e Sara Orsi. A obra de arte encontra-se visível no piso -6 do Parque Central da Maia, no âmbito da Bienal da Maia 2017, podendo ser visitada até ao dia 30 de setembro.

Todos os anos milhares de gadgets surgem no mercado que, devido ao atual modelo de consumo, rapidamente caem em desuso, alimentando as cada vez mais extensas paisagens de lixo eletrónico.

‘Strangers’ é uma instalação que propõe uma visão sobre objetos num novo estado de transformação para que os possamos conhecer, não como eles foram, mas através de uma desfamiliarização ou de um novo olhar sobre o que já foi ultrapassado.

Bons resultados na reciclagem salientados em livro

De resto a reciclagem tem sido um dos setores com melhores resultados na Maia, com incidência para o trabalho da Maiambiente.

“Atualmente é o município com os melhores indicadores de desempenho, nomeadamente ao nível da reciclagem, superando largamente os objetivos definidos para 2020” é assim que o “Livro Success Full: Casos de sucesso nos Municípios Portugueses” apresenta os serviços de recolha de resíduos, no concelho da Maia, prestado pela Maiambiente.

Na obra, baseada em casos de sucesso na gestão de vários municípios de Portugal, “a Maia é o único município no país com um sistema universal de recolha seletiva porta a porta, em dias de semana e horários predefinidos, por viaturas adequadas da Maiambiente, facilmente identificáveis (…) tendo para o efeito implementado o maior, mais inovador e mais complexo projeto na área de resíduos urbanos designado ‘ecoponto em casa’ (…) este projeto já foi premiado dentro e fora do país e reconhecido como uma boa prática pela Comissão Europeia.”

A obra, editada pela Idioteque, é da autoria de 24 académicos e investigadores portugueses de universidades, politécnicos e escolas de Gestão, coordenado por João Abreu, e assenta numa abordagem diversificada dentro da área do Marketing Territorial, centrando-se em casos diferenciadores, do qual o município da Maia é exemplo.