,

Município apoia Cruz Vermelha na compra de nova ambulância

A delegação da Maia da Cruz Vermelha Portuguesa vai renovar a sua frota de ambulâncias, contando já dentro de um mês com uma nova aquisição com o apoio do município maiato, que comparticipa a compra com 50% do valor da nova ambulância para transporte de doentes. O veículo custa 32 mil euros.

 

José Ferreira, delegado especial da Cruz Vermelha da Maia, referiu ao Primeira Mão que esta nova ambulância irá servir o transporte de doentes para hemodiálise e fisioterapia, serviços assegurados pela instituição. E adianta que já tem autorização da sede nacional para adquirir mais duas ambulâncias.

 

Algumas viaturas que estavam avariadas estão a ser reparadas para entrarem ao serviço e, como José Ferreira também coordena a Cruz Vermelha em Foz Côa, fez deslocar uma ambulância daquela localidade para a Maia, que, “em casos extremos, pode ser utilizada como uma viatura na área da emergência”.

 

José Ferreira explicou ainda que todas as ambulâncias da Cruz Vermelha possuem equipamentos de Desfribrilhação Automática Externa (DAE), “tudo o que é necessário para prestar apioio à comunidade, até porque fomos convocados para estar no grande evento do Red Bull Air Race, estamos presentes nos eventos desportivos do concelho e tem corrido tudo bem”.

 

A frota não é muito nova, mas “vamos atualizando gradualmente”, referiu José Ferreira. Este responsável adianta que a Cruz Vermelha tem previsto para o município da Maia um protocolo no sentido de, através de parcerias com o município e as Juntas de Freguesia, equipar todos os espaços desportivos públicos com os equipamentos de DAE.

 

A angariação de fundos é outra prioridade, pois José Ferreira entende que a Cruz Vermelha da Maia tem poucos sócios, tendo em conta que se trata de um concelho com 130 mil habitantes. Custa muito pouco ser sócio, apenas um euro por mês, mas um aumento do número de associados seria importante para a aquisição de bens, como cadeiras de rodas e camas articuladas.