,

Nova configuração na vereação da Maia apenas com duas forças partidárias

A Câmara Municipal da Maia terá até 2021 uma nova configuração. Além do novo presidente do executivo, António Silva Tiago, a equivalência de forças partidárias será de 6 mandatos para o PSD/CDS (Maia em Primeiro) – presidente + 5 vereadores – e 5 mandatos ou vereadores para o PS/JPP (coligação Um Novo Começo).

O BE ficou como o terceiro partido mais votado para a Câmara Municipal e Assembleia Municipal, mas não chegou a conseguir votos suficientes para eleger um vereador na Câmara. Silvestre Pereira obteve 3759 votos (5,83%), o que não foi suficiente para entrar no executivo.

Arredada da Câmara fica Ana Virgínia Pereira (CDU), que tinha desempenhado a função de vereadora nos últimos quatro anos. Ficou em 4º lugar com 4,61% (2974 votos).

Verifique quem são os novos autarcas da Maia (no quadro acima, clique na imagem para aumentar e ver na totalidade).