,

Clube Maia Sénior põe a mexer 2000 idosos

 

O mês de outubro é dedicado aos seniores com duas efemérides. A 1 de outubro assinala-se o Dia Internacional do idoso, e a 28, celebra-se o Dia Nacional da Terceira Idade. No concelho da Maia destaca-se na política de apoio a esta faixa etária o Clube Maia Sénior.

 

Trata-se de um projeto aberto a toda a comunidade com idade igual ou superior a 60 anos, envolvendo 20 Lares e Centros de Dia e 11 núcleos, estendendo-se por todo o concelho. O projeto tem vindo a registar um crescimento regular e já dinamiza a atividade física para mais de duas mil pessoas.

 

«Atendendo à realidade demográfica atual, marcada pelo aumento da população idosa é essencial dar continuidade aos projetos que visam a prática desportiva regular, promovendo o envelhecimento ativo e saudável», considera a autarquia da Maia.
Nos últimos cinco anos, o número de participantes do Clube Maia Sénior evoluiu de 1.550 para 2.198, crescendo também o número de horas semanais de prática físico-desportiva de 125 para 184 horas.

 

De igual forma, as modalidades desenvolvidas têm vindo a aumentar e a diversificar-se, estando presentemente disponíveis Educação Física, Danças de Salão, Hidroginástica, Tai-Chi-Chuan, Hidroterapia e Boccia Sénior.

 

O clube promove ainda atividades pontuais, de que são exemplo, o Campeonato Nacional Individual de Boccia Sénior, o Campeonato Nacional por Equipas de Boccia Sénior, a Mega Aula de Hidroginástica, o Carnaval Maia Sénior, os Jogos da Primavera, os Passeios ao Parque de Avioso e as Férias Desportivas Seniores. Só no ano passado, estiveram envolvidas nestas ações cerca de 1500 participantes.

«A avaliação dos utentes, relativamente à qualidade das instalações, satisfação com professores e atividades, serviço prestado pela Câmara Municipal da Maia, bem como o impacto que este projeto tem na qualidade das suas vidas, é amplamente positivo, sendo destacados os aspectos da sociabilidade, da melhoria na realização das tarefas diárias e da melhoria das capacidades físicas», divulga a autarquia.

O Clube Maia Sénior insere-se numa política iniciada há mais de quinze anos, e que acabou por ser reconhecida pela Organização Mundial de Saúde, em janeiro de 2013, que atribuiu à Maia o estatuto e integrou o município na Rede Mundial das Cidades Amigas das Pessoas Idosas.