,

Agravamento do estado do tempo com chuva intensa, granizo e vento forte

O Serviço de Proteção Civil do município da Maia avisa que está previsto um agravamento das condições meteorológicas entre as 8h00 do dia 10 de janeiro e as 8h00 do dia 11 de janeiro.

Destaca-se intensidade de chuva e possibilidade de granizo e ainda vento a soprar com rajadas de 65 Kms/hora, conforme refere em comunicado: «Intensificação da precipitação (com especial incidência no litoral Norte) com valores que podem atingir 20 mm em 12 horas (no período das 9:00 e as 21:00 de 10 JAN) a norte do sistema montanhoso Montejunto/Estrela, não sendo de excluir a possibilidade de queda de granizo no litoral Norte, bem como a ocorrência de neblina, gelo ou geada no interior Norte e Centro (serras de Montemuro e parte da Estrela); Queda de neve no período entre as 15:00 e as 21:00 de 10 JAN, a partir da cota dos 1000/1200 metros, nos distritos de Bragança, Vila Real, Viseu e Guarda e, com especial intensidade, nas serras da região Norte (Padrela, Marão, Montemuro e parte da Serra da Estrela); Vento a soprar forte com rajadas até 65 km/h, no litoral Norte e Centro, podendo alcançar os 85 km/h nas terras altas. Agitação marítima com ondas de noroeste com altura de 4/5 metros, em toda a costa ocidental, a partir da manhã de 10 JAN e até ao final da tarde de 11 JAN, podendo aumentar para os 5/6 metros (altura máxima a chegar aos 10 metros) durante a tarde de 10 JAN e a manhã de 11 JAN, nos distritos a Norte do Cabo Raso (Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria e Lisboa)».

Assim, face a esta previsão é expectável piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água e gelo, ou ainda inundações com transbordo das linhas de água e cheias rápidas (em meio urbano).

Pelo que é aconselhável medidas preventivas quer para automobilistas, quer para a população em geral, que deverá adotar comportamentos adequados, como por exemplo desobstrução de sistemas de escoamento das águas pluviais e retirar os inertes e outros objetos suscetíveis de serem arrastados ou criarem obstáculos ao livre escoamento das águas, entre outros.