,

Homenagem do PSD ao “Senador” Luciano Gomes

Luciano Gomes, o antigo presidente da Assembleia Municipal da Maia, foi homenageado pelo PSD local, num jantar que se realizou na última quinta-feira, dia 19, na Quinta das Tílias, tendo, na ocasião, o líder António Silva Tiago referido que o homenageado tinha conquistado no seio do partido um “estatuto semelhante ao de um senador”.

Uma cerimónia concorrida e que constituiu o último ato sob a liderança de António Silva Tiago na concelhia social-democrata. Desde o ato eleitoral de sábado, dia 21, que o PSD Maia passa para a responsabilidade de Hernâni Ribeiro.

Luciano Gomes recebeu desta forma o “apreço e gratidão” do partido pelo qual foi eleito para liderar a Assembleia Municipal ao longo de sete mandatos (28 anos) na Maia.

António Silva Tiago sublinhou a satisfação por o seu “último ato partidário” enquanto líder da Comissão Política de Secção do PSD da Maia, “seja precisamente o de prestar tributo ao amigo e companheiro, Luciano da Silva Gomes”.

“Sempre reconheci na sua pessoa, a capacidade de interpretar as exigências das missões que desempenhou ao longo da sua vida, servindo como autarca e noutras funções nacionais, o PSD. O nosso amigo e companheiro Luciano Gomes, mormente no exercício do cargo de presidente da Assembleia Municipal da Maia, sempre soube dignificar a comunidade e o partido pelo qual foi sendo sucessivamente eleito, assumindo uma postura institucional marcada pela elevação formal e respeitadora da Lei e do regimento do órgão que presidia, acrescentando a essa sua postura, uma incessante busca de diálogo e consenso democrático”, afirmou.

O presidente da Câmara da Maia apreciou ainda “a forma nobre e discreta como cessou as funções, resguardando-se num certo recato, justamente para que o seu sucessor no cargo, o meu e nosso comum amigo e companheiro, Bragança Fernandes, se sentisse inteiramente à vontade para iniciar funções afeiçoando-as ao seu estilo próprio. Creio que esta forma de passar os testemunhos e missões de serviço à comunidade, preservando a serenidade e estabilidade política e coesão social, é um património do PSD da Maia, do qual todos nos devemos orgulhar e manter”.

O autarca concluiu, mostrando estar convicto de que “este património de estabilidade política e de unidade em torno do essencial, em torno do projeto político social-democrata, que tem assegurado a prosperidade e o desenvolvimento humano, social e económico da comunidade concelhia da Maia, é o cimento partidário que explica em boa parte, as consecutivas vitórias eleitorais que temos averbado nas últimas décadas”.

O antigo presidente da Assembleia Municipal considera-se um político realizado e orgulhoso de ter contribuído para o desenvolvimento do seu concelho.