,

Bloco de Esquerda é crítico quanto à intervenção da Espaço Municipal

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal da Maia considera que a solução apresentada pela empresa camarária Espaço Municipal para as obras de renovação urbana e gestão de património no Bairro do Sobreiro não é a melhor.

Os deputados do BE recordam que estes equipamentos têm mais de 40 anos. Já na altura os materiais e técnicas de construção não eram as melhores, sendo que o tempo de vida aconselhável para este tipo de edifícios é de 25 anos.

Em nota de imprensa, o BE afirma que «as obras propostas pela Espaço Municipal são uma forma de contornar e esconder o problema, melhorando em parte, mas não resolvendo a degradação, e com isso gastando milhões».

Para o BE, a melhor solução passaria pela demolição e reconstrução do edificado do Bairro do Sobreiro, «aproveitando o terreno livre existente pelas demolições já efetuadas para proceder à construção de novas habitações, que seriam ocupadas de forma planeada e paulatinamente, avançando-se para as restantes demolições».

O Bloco defende que existem condições para a construção de «um novo equipamento habitacional virado para o futuro, adaptado às exigências atuais, quer em termos de segurança, habitabilidade, respeito pelo meio ambiente, qualidade de vida, integração e inclusão social, igualdade de oportunidades para todos, incluindo pessoas com deficiência».