,

World Press Photo pode ser visitada no Fórum da Maia e integra conferência no próximo dia 17

A exposição ‘World Press Photo’ WPP Maia 2018 foi inaugurada no passado dia 9, no Fórum da Maia.

A exposição, de entrada gratuita, permanecerá patente nas galerias do Fórum da Maia até ao próximo dia 2 de dezembro, de terça a domingo, das 9h00 às 22h00.

A edição de 2018 resulta de um concurso internacional que envolveu a participação de 4.548 fotógrafos, de 125 países, que no seu todo apresentaram a competição mais de 73 mil fotografias. Destas, foram premiadas 178 imagens, de 42 fotógrafos, de 22 nacionalidades.

As imagens premiadas distribuem-se por oito categorias – assuntos contemporâneos, ambiente, notícias gerais, projetos de longa duração, natureza, pessoas, desporto e notícias de última hora.

Nesta edição, o Prémio Fotografia do Ano foi atribuído ao fotógrafo venezuelano Ronaldo Schemidt, com a fotografia que regista o retrato de um manifestante em chamas, na Venezuela, durante uma manifestação contra o presidente Nicolás Maduro.

A WPP Maia conta com o patrocínio da LIPOR e da Maiambiente, que divulga a exposição nos painéis de quatro das suas viaturas de recolha de lixo, oito das imagens premiadas.

À margem da exposição WPP, irá decorrer no Salão Nobre dos Paços do Concelho, no próximo dia 17, às 10h00, uma conferência sobre “A Europa entre o Nacionalismo e a Integração”, com intervenções de Paulo Rangel (deputado ao Parlamento Europeu), Bernardo Ivo Cruz (administrador executivo da SOFID) e Fernando Jorge Cardoso (Investigador do Instituto Marquês de Valle Flor).

António Silva Tiago, presidente da Câmara Municipal da Maia, considera que estas imagens da WPP são “um eficaz abanão das consciências dos cidadãos livres e democratas, que através destas impressionantes imagens tomam contacto com uma realidade mundial que se revela cada vez mais cruel, desigual e injusta”.

Nestas 18 edições não passou despercebido ao autarca “os altos riscos que os jornalistas enfrentam por esse mundo fora, para trazerem até nós a verdade”, sendo esta mostra uma “homenagem” a estes profissionais.