,

LIPOR entregou o resultado da 13ª Fase da Operação Tampinhas

A LIPOR promoveu esta segunda-feira, dia 10 de dezembro, o evento de entrega dos donativos resultantes da 13ª fase da Operação Tampinhas. Quatro entidades e um cidadão da Maia foram contemplados com material conseguido com o valor angariado pelas tampinhas.

Nesta fase da Operação Tampinhas LIPOR que decorreu entre janeiro e dezembro de 2017, acumulou-se um total de cerca de 46 toneladas, que rendeu cerca de 24.400 euros de receita, tendo sido contempladas 50 entidades (individuais/coletivas).

O produto da venda das tampinhas reverte integralmente a favor da compra de material/equipamento ortopédico e similar para doação a Instituições e particulares.

Esta iniciativa iniciou-se em abril de 2006 e no total das 13 fases já foram apoiadas 524 entidades e/ou pessoas em nome individual, com mais de meio milhão de euros em equipamentos.

Com a Operação Tampinhas, a LIPOR e os seus municípios associados incentivaram a sociedade civil a separar tampas em plástico de embalagens, entregá-las separadamente na LIPOR, ou nas Instalações das Câmaras Municipais associadas, bem como em Instituições Públicas e Privadas da região.

As Instituições e as pessoas em nome individual foram selecionadas com base numa análise dos pedidos que foram chegando durante o período em que decorreu a 13.ª fase, e tendo por base os critérios definidos nas Normas de Aplicação da Operação Tampinhas, disponível no portal da Lipor.

Assim, este é o resultado de uma vontade comum de Escolas, Municípios, Cidadãos anónimos e empresas retomadoras, entre muitos outros, que através de um pequeno gesto, defendem duas causas: o ambiente e a solidariedade.

Entidades/cidadão da Maia contemplados:

Junta Freguesia de Milheirós; Centro de Dia da Junta de Freguesia de S. Pedro Fins; Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação da Maia; Centro Social Paroquial da Maia; Paulo Miguel Ribeiro de Sousa.