,

Maria da Glória já conta 100 anos

Maria da Glória Silva Alberto completou 100 anos esta quinta-feira, rodeada de amigos e familiares no Lar de Santo António, na Maia, onde está atualmente a viver.

Natural do Porto e a viver na Maia há cerca de 20 anos, a Dona Glória, tem um aspeto jovial e gosta de conviver com a sua família, bem como com os amigos do Lar.

É de uma energia exemplar, gabada por todos, e foi o que lhe valeu para uma recuperação fantástica e inesperada após duas intervenções cirúrgicas há dois anos.

Foi precisamente após esses problemas de saúde que a Dona Glória, viúva há vários anos, passou de utente do centro de dia do Lar de Santo António para residente, pois teve que ficar sob cuidados intensivos específicos.

Tem cinco filhos, três homens e duas mulheres: Ana Bela, Maria Fernanda, Diamantino, António e Carlos Sousa. O mais velho tem 74 anos e a mais nova tem 57. A descendência contempla ainda nove netos e nove bisnetos.

Maria da Glória foi modista. De acordo com o filho mais velho, António Sousa, trabalhou numa empresa em solteira. Depois, aos 26 anos, casou e passou a cuidar dos filhos e a trabalhar em casa fazendo as roupas dos filhos e para alguns clientes fiéis.

É uma pessoa com muita paciência, gosta de ler, de pintar, conta a filha Fernanda. A centenária gosta de conviver com os familiares, em especial os netos e bisnetos, que acompanha nalgumas brincadeiras e jogos.

A Ana Bela aponta o bom gosto da mãe, que gosta de se vestir bem e ainda hoje se preocupa com a ‘toillete’ que vai usar, em particular quando tem algum evento social, como foi o caso da festa de aniversário.

Desde 1988, contou o filho mais velho, que a centenária o acompanhou em diversas viagens, de avião e de navio, “temos viajado muito por todo o lado, duas a três vezes por ano”. Nos últimos dois anos é que Maria da Glória tem estado um pouco mais recolhida, mas os filhos estão satisfeitos com a recuperação que a mãe tem tido após os problemas de saúde, referindo que é uma mulher “com muita vontade de viver”.